Vereador paraense morre de infarto em aeroporto de São Paulo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Ivanildo França passou mal e morreu em São Paulo (Câmara de Belém)

O vereador de Belém Ivanildo França (PRB) faleceu, nesta segunda-feira (21). Ele sofreu um infarto, em São Paulo, onde participava de um encontro da Igreja da qual é membro. Segundo as primeiras informações, obtidas junto à assessoria da Câmara Municipal, ele estava no aeroporto, por volta das 5h, se preparando para retornar a Belém, quando passou mal.

O parlamentar chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu. Ivanildo França foi o sétimo vereador mais votado à Câmara Municipal de Belém, no último pleito municipal, em 2016. Na ocasião, ele teve 8.801 votos.

Ivanildo França nasceu em Goiana, em Pernambuco, no ano de 1971. O vereador tinha 48 anos, era pastor da Igreja Universal e mentor de projetos sociais que levavam evangelização e serviços das comunidades mais carentes da capital, conforme destacou a Câmara Municipal de Belém, em nota à imprensa. A pedido da família, o corpo dele não deve vir a Belém. Velório e enterro serão na capital paulista.

Ele era casado e pai de uma filha, de 22 anos. A esposa estava em São Paulo, acompanhando Ivanildo no evento da Igreja, e a filha também deve ir pra lá, acompanhar o velório.

O vereador também era líder do PRB. “Era um pacificador. Nunca teve nenhum problema com nenhum dos outros 34 vereadores. Tanto nas reuniões do nosso partido como nos debates, sempre foi calmo, sincero, de uma ética como poucos. Se você for entrevistar os 34 vereadores, vão falar praticamente a mesma coisa”, disse o vereador Toré Lima, do mesmo partido.

Redes sociais

Nas redes sociais, amigos, correligionários e colegas de parlamento se manifestaram lamentando a morte de Ivanildo França. “Vereador França era um amigo querido que deixará uma profunda saudade para os colegas da Câmara Municipal de Belém e para o povo que acaba de perder um parlamentar comprometido e atuante. Agradeço pela oportunidade de tê-lo conhecido e aprendido tanto”, escreveu o vereador Neném Albuquerque (PSL).

Do mesmo partido que França, o deputado estadual Fábio Freitas fez referência à segunda carta de Paulo a Timóteo, para se referir ao colega. “Combateu o bom combate, completou a carreira e guardou sua fé”.

Luto oficial

A Câmara Municipal de Belém decretou luto oficial de três dias, em virtude do falecimento do parlamentar da casa. A informação foi divulgada pelo presidente da Câmara, vereador Mauro Freitas (SD), que também lamentou a morte de Ivanildo. “É, meu amigo… Pra nossa surpresa hoje você está ao lado de Deus. Ele te chamou para ajudá-lo em uma missão que você fazia com maestria aqui na terra: fazer o bem”, disse Mauro, em suas redes sociais.

O presidente afirmou, ainda, que Ivanildo França levou a palavra do senhor para a tribuna da Câmara e foi um grande parceiro. “Parabéns pela sua atuação durante esses anos como vereador e pelo exemplo de simplicidade e humildade que você nos deixou”.

Suplente

O secretário municipal de Esporte e Lazer, Wilson Cordeiro de Albuquerque Neto, deve entrar na vaga aberta, na Câmara Municipal de Belém, por causa da morte do vereador Ivanildo França. Também do PRB, Wilson teve 3.453 votos, nas eleições de 2016.

“Foi uma notícia muito triste, pelo trabalho que ele desenvolvia, por ser uma pessoa de bem”, declarou o secretário, que conhecia Ivanildo e lamentou o falecimento do colega de partido. Ele disse que ainda não foi avisado oficialmente, pela Câmara Municipal de Belém, sobre a vaga deixada por França, mas admitiu que, caso se concretize, deverá deixar a secretaria.

“Assim que for avisado oficialmente, a gente vai dar a informação correta. Esse é um momento ainda de muito pesar, pelo falecimento desse pai de família, pessoa do bem, representante do povo de Belém”, completou.

O Liberal

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!