Tráfico de drogas e tentativa de suborno levam três para a cadeia em Marabá

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

No início da tarde ontem (8), a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima informando que um casal estaria dentro de um táxi de aplicativo fazendo de “boca de fumo” um estacionamento em frente à Prefeitura de Marabá, na Folha 31, núcleo Nova Marabá. Os dois foram presos em flagrante e são “velhos conhecidos” da polícia.

Ao chegar ao local, os militares encontraram Reinaldo Gomes da Silva e Rafaela Vieira Silva, portando seis porções de maconha, prontas para consumo, e mais um pedaço da cannabis marijuana prensado. Rafaela Silva é ex-presidiária e estava em liberdade condicional, condenada pelo crime de tráfico de drogas e Reinaldo Silva já havia sido preso outras três vezes, mas estava foragido da Penitenciária Agrícola Mariano Antunes em Marabá, desde o dia 1 de maio de 2019.

De acordo com o boletim de ocorrência, durante a busca pessoal, para não ser preso, o meliante Reinaldo Silva ofereceu propina no valor de 5 mil reais e fez uma ligação para um indivíduo conhecido no submundo do crime como “Nenzão”, solicitando o dinheiro. Em pouco tempo, chegou ao local, portando um envelope com a quantia oferecida, uma mulher conhecida como Alexandra Ribeiro da Silva Gaya. Os três receberam voz de prisão e foram apresentados na 21ª Seccional de Polícia Civil.

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!