Marabá
35°C
Overcast clouds

Polícia prende pistoleiro envolvido na morte de engenheiro ambiental no oeste do Pará

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (27) homem responsável pelo assassinato de Ruan da Silva Conceição, em Altamira, sudoeste do Pará. — Foto: Polícia Civil
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Polícia Civil de Altamira, por meio da Delegacia de Homicídios, realizou na manhã desta segunda-feira (27), a operação “Cura”, que teve como objetivo cumprir quatro mandados de prisão contra pessoas envolvidas na morte de Ruan da Silva Conceição, ocorrida no dia 12 de abril, naquele município. 
Durante a ação, Patrick dos Santos Bezerra, apontado como um dos executores da vítima, foi preso. 

Ruan foi executado a tiros

A Polícia Civil apreendeu nos locais onde foram cumpridos mandados um aparelho celular usado no crime; duas pistolas sendo uma calibre .380 e outra .40 (possivelmente utilizada no homicídio); 165 gramas de crack;  55 gramas de cocaína; uma bucha de maconha; duas balanças de precisão e R$ 856 em dinheiro.

O material foi apreendido no apartamento de Paulo Henrique Almeida Martins, conhecido como “Paulinho”. O local funciona como ponto de apoio de uma facção criminosa em Altamira, onde são armazenados armamentos e drogas da facção.  Diogo Silva da Cunha, Welton Oliveira de Castro, conhecido como “fabulosa” e Hiago Lima Silva estão foragidos. 

Durante a 1° fase da operação, realizada no dia 15 deste mês, deteve Tatiane Marques dos Santos, que foi autuada em flagrante delito pelo crime de furto qualificado e um adolescente apreendido por homicídio consumado, tentativa de latrocínio, furto e associação criminosa.

Tatiane foi flagrada com o celular roubado de uma das vítimas que estavam na casa no dia do crime. Já o adolescente, participou como “olheiro” com o intuito de receber maconha e R$ 500 em dinheiro. Ele ainda recebeu um aparelho celular da marca motorola para utilizar na troca de informação das pessoas que estavam na casa. 

Agência Pará

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!