Foto: Divulgação

Dois policiais militares, sendo um capitão identificado como Everton Zaranza Portilho e um cabo identificado por Samuel de Freitas Andrade, foram presos em flagrante, na tarde de ontem (2), por suspeita de integrarem uma quadrilha de ao menos oito pessoas, que praticavam extorsão, roubos de caminhões de carga, além de sequestros na rodovia AM-010, no município de Rio Preto da Eva, distante 80 quilômetros de Manaus.

Segundo informações de um oficial da Polícia Militar, que não quis se identificar, a guarnição foi abordada por uma das vítimas, que conseguiu escapar do grupo criminoso, e relatou que estavam sendo ameaçados no local.

Ao avistarem a viatura, seis indivíduos conseguiram fugir e os outros dois policiais acusados  foram detidos. No caminhão, foram encontrados diversos materiais de comércio que viriam para Manaus. Segundo a polícia, a carga está avaliada em R$ 900 mil.

Dupla de PMs integram quadrilha de ao menos oito pessoas que cometiam crimes em Rio Preto da Eva. Foto: Divulgação

“A guarnição passava pelas proximidades quando foi abordada por uma das vítimas, relatando que eles estavam sofrendo extorsão e alguns policiais estavam roubando a mercadoria. Nos deslocamos ao local e efetuamos a prisão de dois, de um total de seis, que conseguiram escapar”, declarou o oficial.

Os suspeitos foram detidos e encaminhados para a 36a Delegacia Interativa de Polícia (DIP), bem como o dono da carga e os dois funcionários, para formalizarem o boletim de ocorrência. Até o momento, segundo a polícia, agentes da corregedoria e o secretário de segurança pública, coronel Louismar Bonates, se deslocavam para o município.

A Crítica