Reprodução

Um pedreiro de 45 anos sofreu graves lesões após ter o pênis atingido por ácido na tarde de quarta-feira (6) em Ribeirão Preto (SP). Segundo relato da vítima, ele estava dormindo em casa quando a ex-namorada dele chegou ao local e jogou o material corrosivo no órgão sexual dele.

De acordo com informações do portal Metrópoles, o estado de saúde do pedreiro é estável. Ele segue internado na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (SP). De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Civil, o órgão genital do homem ficou “derretido, sem a pele e com danos visíveis”.

O pedreiro mostrou aos investigadores mensagens enviadas pela suspeita em seu celular. Nos diálogos, enviados após o incidente, a mulher pede desculpas pela atitude. À reportagem, a vítima disse estar “abalada” e não deu mais detalhes.

A Polícia Civil não conseguiu encontrar a ex-namorada do homem. A mulher pode responder por lesão corporal, com prisão de três meses a um ano. A pena pode aumentar dependendo da gravidade apresentada nos laudos médicos.