Oposição tenta articular impechment de "Tio Edson"

Um reunião mobilizada pelo desportista Wilson Teixeira, o “Wilsão”, prevista para amanhã (28), à noite, no Estádio Zinho Oliveira, pretende cassar o mandato do presidente da Liga Esportiva de Marabá, Edson Ferreira, o “Tio Edson”, por supostas irregularidades na gestão de recursos oriundos da Prefeitura Municipal de Marabá e na realização de torneios e campeonatos organizados pela ‘Lemar’

“Wilsão” está sendo acusado de tentar cassar o presidente da Lemar

Para o Portal Debate Carajás, “Wilsão” afirmou que existem dez provas sobre as irregularidades cometidas pela atual gestão da Liga Esportiva de Marabá. “Se os clubes não quiserem cassar o “Tio Edson”, a gente vai pedir o afastamento dele na esfera judicial. No entanto, na terça-feira da semana passada, dia 21/1/2020, o grupo de oposição tentou realizar uma Assembleia Geral, mas apenas oito, dos 24 times aptos a votar, compareceram ao chamado de Wilson Teixeira.

“Tio Edson” ao lado do Pref. Tião Miranda

“Tio Edson”

Em conversa com o presidente da Lemar, Edson Ferreira afirmou que está tranquilo porque a prestação de contas foi feita junto a Prefeitura Municipal de Marabá, acompanhada de toda a documentação necessária e sem nenhum problema. De acordo com “Tio Edson”, a reunião de amanhã será somente para a gestão da Lemar apresentar a prestação de contas aos clubes. “Não se pode convocar uma reunião para afastar o presidente da Liga Esportiva de Marabá, através de mensagens de Whatsapp. A reunião de amanhã não se destina a essa finalidade”, disse ele.

Segundo “Tio Edson”, a oposição precisa conhecer e agir conforme o Estatuto da Entidade. Existe toda uma liturgia a ser seguida. O primeiro passo é o lançamento do Edital de Convocação, publicado pela própria Lemar, se a oposição tiver 2/3 dos votos. Caso contrário, nem se inicia o processo de admissibilidade, protestou “Tio Edson”. “A aproximação das eleições para vereador e prefeito não pode interferir no cotidiano da Liga Esportiva de Marabá”, concluiu o Presidente.

Vice-presidente, “Neném Saraiva”, disse está tranquilo

“Neném Saraiva”

Já o vice-presidente da Liga Esportiva de Marabá, João Vilmar Almeida Alencar, o “Neném Saraiva”, disse que sem provas, não se pode abrir o processo de impeachment de “Tio Edson”. “Estamos tranquilos porque a prestação de contas foi realizada dentro da lei e ainda temos o apoio absoluto da maioria das equipes aptas a votarem na Lemar”, finalizou “Neném Saraiva”.

Pedro Souza