A economia do Brasil crescerá menos do que o previsto em 2019 e em 2020, de acordo com as previsões divulgadas pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) nesta terça-feira, pela incerteza em torno da reforma da Previdência empreendida pelo governo de Jair Bolsonaro.

A organização apontou que o país crescerá 1,4% em 2019 e 2,3% em 2020, o que se traduz em uma redução de sete décimos e de um décimo, respectivamente, para este e para o próximo ano.

Agência EFE