Corinna Kern/Reuters

Alexander-Arnold sofreu um pouco no sábado. Não foram poucos os embates com Bruno Henrique pelo lado direito da defesa do Liverpool, no setor esquerdo do ataque do Flamengo. O atacante foi um dos melhores do time rubro-negro na decisão do Mundial de Clubes. Criou algumas chances nas costas do lateral dos Reds. E recebeu o reconhecimento por isso. De seu próprio marcador.

“Ele é um jogador de muita qualidade. Fez um gol no torneio, é um ótimo jogador, sabíamos que seria difícil para nós, difícil para mim para marcá-lo, mas sim. Ele é um ótimo jogador, rápido, forte, bom no jogo aéreo, muito difícil para jogar contra”, avaliou Arnold.

O lateral-direito do Liverpool não se limitou a elogiar o atacante. Após vencer o Flamengo por 1 a 0 na prorrogação, o jovem, de 21 anos, reiterou que a boa atuação da equipe brasileira não foi uma surpresa para os ingleses. Eles já esperavam um confronto duro.

– Não, não muito (surpresos com o Flamengo). Nós o assistimos, vimos a semifinal, nós o analisamos, vimos que era um time muito bom. Então, estávamos prontos para o confronto contra eles, tivemos algumas dificuldades, mas sabíamos da nossa qualidade e que tínhamos que tentar até o fim – declarou.

Na véspera da final, Alexander-Arnold já havia ressaltado que disputar o Mundial de Clubes era uma rara chance de fazer algo inédito na história de um clube tão vitorioso como o Liverpool. Com a medalha de campeão no peito, ele reforçou isso. E valorizou a conquista.

– Claro que é muito importante para a gente ter conquistado. Era algo que o clube ainda precisava alcançar. Estamos empolgados com o que está acontecendo com o clube no momento, é muito bom poder ganhar isso.

A conquista desse sábado foi a terceira do Liverpool em 2019: a Liga dos Campeões, a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes. O Liverpool esteve em sua quarta final de Mundial, incluindo as decisões da extinta Copa Intercontinental, e levou a primeira taça. Os Reds voltam a campo na próxima quinta-feira, dia 26, contra o Leicester, vice-líder da Premier League.

GloboEsporte.com