Marabá
35°C
Clear sky

Jovem confessa que recebeu R$ 1 mil para matar policial no Pará

Erik disse à polícia que recebeu o valor de R$ mil para participar do assassinato, mas que não sabia que um policial militar era a vítima. Ele entregou mais dois participantes do crime

Um dos envolvidos na morte do major da Polícia Militar Jucelino Cardoso Cepeda, identificado como Erik Ruan Silva Azevedo, de 23 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (19) enquanto tentava fugir das buscas da polícia na localidade de Genipaúba, no município de Santa Bárbara do Pará.

Ele foi levado para a Divisão de Homicídios, em Belém, onde confirmou a participação no crime. Erik disse à polícia que recebeu o valor de R$ mil para participar do assassinato, mas que não sabia que um policial militar era a vítima. Ele entregou mais dois participantes do crime.

Segundo informações, os outros dois homens foram identificados como Thiago Francisco Roldão e o outro apenas como Emerson. Os dois teriam sido mortos durante confronto com a polícia. (Portal Debate, com Ver-o-Fato)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!