Marabá
24°C
Scattered clouds

Homem acusado de crimes cibernéticos no Pará é preso no Rio de Janeiro

Ele vai responder pelos crimes de divulgação de cena de sexo, nudez ou pornografia sem autorização, falsa identidade, ameaça e perseguição. Ação é parte da Operação Porn Revenge
Acusado foi localizado e preso na capital carioca | Foto: Ascom/PCPA
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Polícia Civil do Pará prendeu, na manhã desta quinta-feira (9), um homem acusado pelos crimes de divulgação de cena de sexo, nudez ou pornografia sem autorização, falsa identidade, ameaça e perseguição. Os crimes foram praticados no Pará, mas o acusado havia fugido para o estado do Rio de Janeiro, onde foi localizado e preso. A ação integra a Operação “Porn Revenge”, que foi coordenada pela Divisão de Combate a Crimes Contra Grupos Vulneráveis Praticados por Meios Cibernéticos (DCCV). As informações são da Agência Pará.

Segundo a PC, as vítimas paraenses denunciaram o caso e imediatamente as investigações foram iniciadas. De posse das informações, a equipe policial se deslocou até a capital do Rio de Janeiro, onde foi cumprido um mandado de prisão preventiva e de quebra de sigilo telemático expedido pela 1ª Vara de Inquéritos Policiais e Medidas Cautelares de Belém.

O homem vai responder pelos quatro crimes, cujas penas, somadas, podem ultrapassar oito anos de prisão. Ainda de acordo com a PC, o levantamento do caso foi iniciado há cerca de dez meses, quando o investigado fugiu, sendo localizado na capital carioca.

A ação policial foi realizada por meio da Diretoria Estadual de Combate a Crimes Cibernéticos da PCPA e contou com o apoio da Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI) da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCRJ). O preso já está à disposição da Justiça.

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!