Guamá: chacina em bar deixa 11 mortos e um sobrevivente em Belém

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

De acordo com informações da Polícia Militar, um total de 11 pessoas foram executadas na tarde deste domingo (19), por volta das 16 horas, em um estabelecimento de dois pavimentos chamado Wanda’s Bar e Recepções, localizado na Passagem Jambu, entre as passagens Napoleão Laureano e Padre Mario Adalberto, no bairro do Guamá, em Belém.

Segundo com o Tenente-Coronel Araújo, da Polícia Militar, o bar é um local de fachada e serve para o consumo de drogas, além de possuir rotas de fuga, o que dificulta a captura de suspeitos. Ao todo as vítimas são seis homens e cinco mulheres, sendo que a maioria está sem documentos, o que dificulta a identificação dos corpos pela Polícia Civil e Instituto Médico Legal (IML).

Viaturas da Polícia Militar ocuparam a via que dá acesso ao local da chacina e uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu 192) foi acionada para conduzir a única vítima que sobreviveu. Homens da Polícia Militar, agentes da Força Nacional também foram acionados para preservar a cena do crime até a chegada da Polícia Civil e peritos do IML.

O delegado geral de Polícia Civil, Alberto Henrique Teixeira de Barros, esteve no estabelecimento comercial no bairro do Guamá, em Belém, onde 11 pessoas foram assassinadas em uma das maiores chacinas da capital paraense.

A “lei do silêncio” impera na área e são poucos os que comentam sobre o que aconteceu no estabelecimento comercial momentos antes e após os assassinatos. Os moradores dizem estar aterrorizados e temem possíveis represálias. Após tomar conhecimento do caso, o governador Helder Barbalho mobilizou uma reunião extraordinária com os titulares do Sistema de Segurança Pública para traçar estratégias. Uma coletiva de imprensa sobre os crimes foi realizada por volta das 20 horas.

Identificação dos corpos

O Governo do Estado, através da Secretaria de Comunicação, divulgou os nomes das vítimas identificadas na chacina:

  • Maria Ivanilza Pinheiro Monteiro, 52, conhecida como “Wanda” e proprietária do bar;
  • Márcio Rogério Silveira Assunção, 37;
  • Samira Taveres Cavalcante, 35;
  • Tereza Raquel da Silva Franco, 33, conhecida como “Rayca”;
  • Flávia Teles Farias da Silva, 32;
  • Sérgio dos Santos Oliveira, 31;
  • Paulo Henrique Passos Ferreira, 25, funcionário do bar;
  • Leandro Breno Tavares da Silva, 22, DJ do estabelecimento na hora do crime;
  • Meire Helen Sousa Fonseca.

Outros dois corpos não foram identificados até às 23 horas de domingo. O sobrevivente da chacina, Anderson Gonçalves dos Santos, conhecido como “Neguinho”, foi socorrido e encaminhado para a UPA da Terra Firme.

Local do crime

O Wanda’s Bar e Recepções, local onde ocorreram os crimes foi checado pela Polícia Civil anteriormente e tem autorização da Delegacia de Polícia Ambiental para funcionar até 27 de junho de 2019. O estabelecimento realizava uma festa desde a noite de sábado e já era alvo de reclamações da vizinhança devido ao barulho. No momento do crime, outras pessoas que estavam no local conseguiram fugir, segundo a polícia.

“Todas as informações que chegam para nós estão sendo checadas e apuradas e pedimos que a população colabore também com informações por meio do Disque Denúncia pelo telefone 181. Essa é uma ferramenta muito importante no nosso trabalho e garante o sigilo das informações repassadas, ou seja, a comunidade pode nos ajudar na investigação mantendo a sua identidade preservada”. disse Ualame.

Cultura de Paz

Na época, a Segup lembrou que o bairro do Guamá, por ser o mais populoso de Belém, está entre os contemplados pelo projeto “Territórios pela Paz”, iniciativa do governo que deve ser implantada ainda no segundo semestre deste ano. As ações de segurança nas localidades que irão receber o projeto já foram intensificadas desde janeiro deste ano. “A ideia do projeto é essa, a polícia entra primeiro, ocupa aquela área e permite que serviços cheguem à população, com saúde, esporte, lazer e cultura”, concluiu o secretário, para melhorar a vida das pessoas.

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!