Marabá
26°C
Overcast clouds

Evaldo Bichara destitui presidência do PSL de Marabá e anuncia auditoria nas contas do partido no Pará

Evaldo Bichara, vice-presidente do PSL do Pará.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Por deferência especial do novo presidente estadual do Partido Social Liberal, delegado federal Everaldo Jorge Martins Eguchi, o ex-deputado Evaldo Bichara assumiu a presidência do PSL, nesta quarta-feira (20), e pessoalmente assinou o ato de destituição do médico Manoel Veloso da presidência da sigla partidária, em Marabá, no sudeste do Pará, como também da direção estadual do partido em Belém.

Evaldo justificou a decisão pelo enorme volume de recursos recebidos por Veloso para conduzir a campanha eleitoral e pelo pífio desempenho. “A performance do Partido, em todo o Pará, foi um desastre, a despeito do Dr. Veloso ter recebido cerca de 2 milhões de reais do fundo eleitoral. Por isso decidimos fazer uma mudança profunda nos rumos do partido”, fala Bichara.

O PSL só elegeu 9 vereadores em todo o Estado, mesmo tendo recebido cerca de 2 milhões de reais sob a gestão de Veloso. “Vamos fazer uma auditoria nas contas do Partido para entender o que aconteceu. Foi muito investimento para pouco retorno”, pondera Evaldo Bichara.

Bichara afirmou também que de agora em diante o PSL será oposição ao governo de Hélder Barbalho (MDB). “Faremos uma oposição responsável, como é do feitio de nosso presidente, o delegado federal Eguchi, hoje uma das maiores lideranças de nosso Estado. No entanto, quem estiver ocupando cargo no governo estadual, sendo filiado ao Partido, vai ter que escolher entre entregar o cargo ou pedir desfiliação”, finaliza.

Manoel Veloso deve perder comando do PSL no Pará
Manoel Veloso, ex-presidente do PSL.

Fonte: Portal Debate Carajás

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!