Marabá
25°C
Few clouds

Escola descobre que aluna de 10 anos é estuprada pelo próprio pai

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais um caso de abuso sexual ocorrido no seio familiar foi descoberto nessa quarta-feira (27). Depois de receber uma denúncia, a coordenadora de uma escola estadual no Bairro Nova Fronteira, em Várzea Grande, Região Metropolitana de Cuiabá, conversou com a vítima, de 10 anos, e ela contou estar sendo estuprada pelo próprio pai.

O caso acontecia na casa da família, no Bairro São Simão, em Várzea Grande, mas a mãe nunca soube de nada. Conforme o boletim de ocorrência, a mãe da vítima foi chamada na escola depois que a coordenadora descobriu que a menina havia sido estuprada pelo próprio pai, de 33 anos.

O caso veio à tona depois que três mulheres foram até a escola e contaram que uma criança estava sofrendo abuso sexual. As denunciantes deram o nome da vítima, mas havia três meninas com o mesmo nome da escola.

A coordenadora, então, conversou com as três e uma delas confirmou estar sendo abusada sexualmente. A mãe dela foi chamada imediatamente, através de um email em que a coordenadora relatou o que sabia sobre o crime.

A menina relatou, ainda, acreditar que a irmã, cuja idade não foi revelada, também tenha sido abusada pelo pai. O Conselho Tutelar foi acionado, orientou a mãe a procurar a polícia e está acompanhando o caso. Por enquanto, o suspeito, acusado de estupro de vulnerável, não foi preso.

O Livre

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!