Marabá
25°C
Overcast clouds

Deputados aprovam moção contra adesivo ‘aceitamos xerecard’

Na visão da parlamentar paraense, o adesivo de cunho sexual denota machismo de seus utilizadores | Foto: Divulgação/Alepa
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Matéria de enorme repercussão veiculada pelo Portal Debate Carajás levou o plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) a aprovar, no último dia 23, moção de autoria da deputada Dra. Heloísa Guimarães (DEM) contra o uso de um adesivo com a frase “aceitamos xerecard” por motoristas de transporte particular de passageiros em Marabá e Parauapebas. O documento segue ao Ministério Público Estadual para averiguação.

A parlamentar usou a tribuna no dia 23 de fevereiro – dois dias depois da publicação neste domínio – para denunciar a atitude dos supostos motoristas de aplicativo, que veicularam em seus carros o adesivo com a mensagem de cunho altamente sexista, nas palavras dela.

Conforme a moção apresentada pela parlamentar na Casa e também encaminhada ao Ministério Público Estadual para averiguação dos casos relatados no texto jornalístico, a informação sobre os adesivos suspeitos foi noticiada mídia da região de Carajás.

O adesivo faz menção a uma música de funk que sugere sexo feminino como moeda de troca para obtenção de relativa vantagem. A composição ainda glamouriza a criminalidade e o uso de drogas – indo contra a luta diária de mulheres que buscam igualdade, dignidade e respeito.

“Infelizmente, nossa sociedade ainda padece pelo machismo de alguns que tentam naturalizar atos de preconceito de gênero. O que pode parecer piada, na realidade vem reforçar uma cultura que diminui o papel da mulher na sociedade”, denunciou a deputada Heloísa. (Vinícius Soares/Debate Carajás)

Leia a moção clicando aqui

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!