O deputado federal Éder Mauro (PSD/PA) criticou, ontem (3), a eleição de um estudante homossexual para a coordenação do Diretório Central dos Estudantes da Unama.

O parlamentar paraense publicou no Facebook uma foto do líder estudantil eleito Richard Callefa, questionando pais de alunos da instituição. “ATENÇÃO PAIS DE ALUNOS DA UNAMA! Vocês pagam mensalidades caríssimas para isso?”. Em seguida, Éder marcou a universidade no post. 

A publicação repercutiu mal entre alunos e seguidores do parlamentar e ex-delegado. A maioria das pessoas que comentaram o post criticaram duramente a suposta postura preconceituosa de Éder Mauro. Veja uma seleção de comentários:

  • “Parabéns aos estudantes da UNAMA, estão sendo bem representados, vai planeta!”.
  • “Parabéns aos colegas estudantes da UNAMA! Estão muito bem representados! Richard, faça um ótimo trabalho!”.
  • “Parabéns ao Richard e aos alunos da UNAMA!! Viva a democracia!!”
  • “O DINHEIRO SAI DO BOLSO DE VCS PRA ISSO?????? meus parabéns, muito bem gasto”.
  • “Eu queria que o senhor, delegado, nos explicasse melhor o seu ponto de vista, porque mais parece que o senhor tem medo”.
  • “Parabéns Richard, que trabalhe bastante para melhorar o ensino dos alunos da UNAMA ao invés de ficar no facebook publicando bobagens igual uns e outros”.
  • “O cara não entende nada de democracia e é delegado. Só no Brasil mesmo!”.
  • “ATENÇÃO, CIDADÃOS! VOCÊS VOTAM EM UM DEPUTADO FEDERAL PARA ISSO? DEPUTADO, procure aprovar leis em prol da segurança pública. Obrigado, de nada.”
  • “Foi eleito para assumir o cargo que ocupa, assim como você também o foi! Então, respeite a democracia! Aliás, você deveria ser o primeiro a defendê-la, já que ocupa um mandato parlamentar e jurou defender a Constituição. Cadê o decoro parlamentar?”.
  • “Tanta coisa para o delegado se preocupar e a pauta que mais interessa a ele é a sexualidade alheia”.

Rebateu

Richard Callefa, que foi eleito coordenador do DCE com mais de 1.400 votos, rebateu a atitude homofóbica de Éder Mauro também através das redes sociais. Classificando as palavras de Éder Mauro como “agressões homofóbicas” e “ameaças canalhas”, o líder estudantil garantiu que tomará todas as medidas legais contra a atitude homofóbica do deputado. 

Deputado nega homofobia

O ex-delegado se manifestou após as acusações de homofobia, negando que tenha criticado o aluno devido a sua orientação sexual. Éder Mauro garantiu que sua crítica foi motivada pelo fato de Richard ser ligado a União Nacional dos Estudantes, instituição símbolo na luta pelos direitos estudantis desde a época da ditadura militar. Segundo o deputado, a UNE funciona como um braço estudantil de partidos ligados à esquerda que pretende “doutrinar” os acadêmicos brasileiros.

Diário do Pará