Marabá
32°C
Overcast clouds

Após negar sexo, homem mata amigo, corta pênis e esconde em panela

O crime ocorreu no último 28 de agosto e o suspeito era considerado foragido até a prisão, que ocorreu na quarta-feira (8)
Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Um homem de 48 anos, não identificado, foi preso suspeito de decepar o pênis de um amigo, de 56 anos, o assassinar e arrastar o corpo até uma praia de Itanhaém, no litoral de São Paulo. Ele foi detido em São Vicente pela Polícia Civil na tarde de quarta-feira (8). A instituição divulgou o ocorrido nesta quinta-feira (9).

O crime ocorreu no último 28 de agosto e o suspeito era considerado foragido até a prisão. De acordo com o inquérito policial, o corpo da vítima foi encontrado na areia da praia no bairro Gaivota, com sinais de violência e uma faca cravada entre o tórax e o pescoço dele.

O assassinato aconteceu em uma pousada próximo à região. No quarto onde o suspeito se hospedou, foram encontrados manchas de sangue e o órgão genital da vítima, disposto dentro de uma panela.

Em depoimento, o homem de 48 anos contou aos agentes que brigou com o colega, que também estava no quarto da pousada com ele. Ambos fizeram uso de cocaína e, a vítima do crime, queria fazer sexo com o autor, que se recusou.

A negativa enfureceu o suspeito, que golpeou e matou o homem de 56 anos. O suspeito tentou limpar a cena do crime, não conseguiu e, para tentar dificultar a identificação do corpo, o arrastou até a praia e fugiu.

O homem tem antecedentes criminais por furto, roubo, receptação, ameaça e lesão corporal, de acordo com a Polícia Civil. Ele foi encaminhado à Cadeia Pública de Peruíbe, nas proximidades de São Vicente, ainda no litoral de São Paulo. (O Tempo)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!