Marabá
32°C
Clear sky

Voluntários desenvolvem ações remotas para superar a pandemia em Marabá

Em Marabá, atividades como artesanato, assistência religiosa, musicoterapia, entre outras ações são realizadas por voluntários no Hospital Regional do Sudeste do Pará
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

No próximo sábado (28), será comemorado o Dia Nacional do Voluntariado. No ambiente hospitalar, os voluntários desempenham um papel além da solidariedade, conectando-se de forma empática e contribuindo na assistência à saúde.

No Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, com o advento da pandemia as ações presenciais de voluntários na unidade foram paralisadas devido a necessidade de atenção com a crise sanitária em todo o mundo.

No entanto, a solidariedade e a vontade de ajudar o próximo continuou em diversas pessoas e o HRSP criou alternativas para que os voluntários continuassem realizando esse trabalho de forma remota. Desde então, o hospital vem obtendo bons resultados e reforçando a humanização no atendimento.

O Regional do Sudeste do Pará conta atualmente com uma rede de voluntariado formada por mais de 30 pessoas. De forma remota, eles realizam atividades envolvendo pinturas e desenho, confecção de artesanatos, corte e costura, musicoterapia, assistência religiosa, entre outras ações que auxiliam no processo de recuperação dos pacientes da instituição.

Um desses voluntários é o artista plástico marabaense Jonatan de Sousa, que nas horas livres em casa realiza pinturas em cortinas com imagens de personagens infantis. Essas cortinas, depois de entregues ao hospital e higienizadas pela unidade, são utilizadas nos leitos pediátricos, amenizando o estresse e trazendo leveza ao ambiente hospitalar.

“É muito gratificante poder levar um pouco de alegria e compaixão às crianças internadas no HRSP. O melhor é que faço nas minhas horas de folga e em casa. Quem tiver a oportunidade de ajudar, faça, pois vai fazer a diferença na vida de muitas pessoas”, diz Jonatan.

Victoria da Silva Ferreira, profissional de educação física de Marabá, também vem dedicando um pouco do seu tempo ao próximo. Ela produz polvinhos de crochê em casa, que são utilizados pelos bebês prematuros em acompanhamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do HRSP.

“Impactar positivamente na vida de outras pessoas, fazendo o que gosto, é maravilhoso. Todos deveriam praticar alguma atividade voluntária, eu recomendo. Plantar o bem é muito bom, para depois colhermos um mundo melhor”, ressalta.

Dia Nacional do Voluntariado

Celebrado neste sábado (28), o Dia Nacional do Voluntariado foi instituído em 1985 pela Lei n° 7.352, e busca reconhecer e destacar o trabalho das pessoas que doam tempo e talento, de maneira voluntária, para causas de interesse social e para o bem da comunidade.

Por meio do seu Programa de Voluntariado, criado em 2016 pela Pró-Saúde, gestora do Regional do Sudeste do Pará, as ações de voluntários nos hospitais que a entidade filantrópica gerencia seguem diretrizes que garantem a segurança de todas as pessoas envolvidas neste trabalho. Ao longo dos últimos anos, o projeto atraiu mais de 500 voluntários que atuaram em hospitais e creches por todo o País.

“Nossos voluntários são muito importantes para a recuperação dos nossos pacientes, eles não doam apenas um serviço, mas também atenção, alegria, respeito e esperança para aqueles que precisam, mesmo a distância são fundamentais nas nossas ações de humanização”, ressaltou Flavia Fernandes, analista de Humanização do HRSP.

O Regional do Sudeste do Pará é uma unidade que pertence ao Governo do Pará com atendimento 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O hospital, que conta com 115 leitos, é referência para mais de 1 milhão de pessoas de 22 municípios da região.

Saiba como ser voluntário

A partir desta sexta-feira (27), serão abertas as inscrições para o Programa de Voluntariado no HRSP. Os interessados em participar das ações de bem-estar aos pacientes devem ter idade acima dos 18 anos. O cadastro, que segue até o dia 30 de setembro, deve ser realizado pelo telefone (91) 3323-3538.

As ações de voluntários no ambiente hospitalar de unidades gerenciadas pela Pró-Saúde seguem o Manual do Voluntariado, que contém uma série de orientações para a implementação da atividade, reforçando direitos e deveres em acolher e ser acolhido, com base na Lei do Voluntariado de 18/02/1998.

O manual pode ser acessado no endereço:
https://www.prosaude.org.br/filantropia/programa-de-voluntariado/(Divulgação)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!