Marabá
33°C
Few clouds

Polícia Militar cumpre ordem de reintegração de posse em Parauapebas

Ocupantes do terreno foram notificados de que teriam 48 horas para irem embora da área, mas decidiram não respeitar a ordem judicial
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

No fim da madrugada desta quinta-feira (23), por volta das 5h30, um aparato policial gigantesco, composto de viaturas e cavalaria, deu cumprimento a um mandado de reintegração de posse de uma área, localizada ao lado do bairro Cidade Jardim, em Parauapebas, no sudeste do Pará, ocupada, há um mês, por cerca 600 famílias.

De acordo com os líderes da ocupação, o terreno seria de uma empresa particular e se encontrava abandonado. “Há dois dias, um oficial de Justiça notificou os moradores sobre a decisão judicial, determinando a desocupação da área. Para nossa surpresa, a polícia chegou e arrebentou com tudo”, relata um homem que não quis ser identificado.

Vídeos postados nas redes sociais mostram cobranças por moradia ao prefeito Darci Lermen (MDB), mas, em nenhum momento, são verificadas ações violentas por parte da tropa da Polícia Militar contra as pessoas. A Reportagem não conseguiu contato com o comandante da operação policial.

Segundo os moradores, houve tiros de bala de borracha, atropelo de crianças, prisões e fogo nos barracos. O Portal Debate Carajás conseguiu apurar que os ocupantes do terreno teriam 48 horas para desocupar a área, mas decidiram não acatar a decisão. Apesar disso, a Polícia Militar esteve no local e fez valer a determinação judicial. (Portal Debate Carajás)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!