Marabá
26°C
Scattered clouds

VÍDEO: Vereador ‘valentão’ ameaça agentes de trânsito em Jacundá

Parlamentar agrediu verbalmente e ameaçou os agentes de trânsito.
Ação de "Clayton da Nanô" cometeu diversos crimes - Crédito: WhatsApp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

No início da manhã de hoje (21), o vereador Clayton Guimaraes de Maria (PR), 43 anos, conhecido como “Clayton da Nanô”, ameaçou o agente de trânsito, Wilhames Carlos, do Departamento de Trânsito Urbano (DMTU), em Jacundá, no sudeste do Pará, após ser flagrado pela fiscalização, trafegando pela Rua Dante de Oliveira, falando ao celular enquanto dirigia uma caminhonete Ford Ranger.

Ao perceber que estava sendo autuado, o chamado representante do povo, desceu do veículo, se dirigiu ao agente público e vomitou diversos impropérios indignos de serem proferidos por um empregado do povo de jacundá. O discurso estercorário do parlamentar respingou nos demais membros da equipe de fiscalização composta pelos agentes Heridan Reis; Bruno Melo; Manoel Messias e Gedeone Oliveira.

Os integrantes da Equipe Alfa se dirigiram para a delegacia de Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência para denunciar as ameaças proferidas pelo vereador. A Câmara Municipal de Jacundá (CMJ) possui a obrigação regimental e moral de abrir um procedimento interno para analisar a ocorrência de uma possível quebra de decoro parlamentar do vereador, pois quem deveria “dar o exemplo”, agiu justamente ao contrário.

“Rei das infrações’

O Portal Debate Carajás realizou um levantamento sobre a situação da caminhonete Ford Ranger no site do Detran/PA e encontrou 15 multas. As infrações vão de ultrapassagem em local proibido, uso de luz alta ao realizar ultrapassagem, estacionar em local proibido, trafegar em velocidade acima do permitido e estacionar em local reservado para deficiente físico. Dez infrações estão ligadas a excesso de velocidade.

Com esse “currículo”, o vereador “Clayton da Nanô” não apresenta condições morais para permanecer como vereador em Jacundá nem dirigir um automóvel. A Reportagem tentou, diversas vezes, estabelecer contato com o edil, para ouvir a versão dele sobre o ocorrido, porém as ligações feitas para o número fornecido não se completaram.

O Debate Carajás deixa disponibilizado o espaço para o vereador se manifestar. A defesa do parlamentar será acrescentada na matéria. “Estamos de Olho!” (Portal Debate Carajás)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!