O vereador, Ilker Moraes (PHS), protocolou, na manhã de hoje (25), o Ofício Nº 28/2020, no gabinete do prefeito Sebastião Miranda e endereçou cópia para o Ministério Público, em Marabá, no sudeste do Pará, reclamando que a Defesa Civil estaria distribuindo cestas básicas apenas paras as famílias alojadas nos abrigos oficiais da prefeitura de Marabá.

De acordo com o parlamentar, existem pessoas abrigadas em casas de parentes, morando de aluguel ou habitando na própria casa em cima de um tablado. Ilker afirmou ainda que a PMM possui cerca de 3 mil cestas básicas disponíveis, logo seria conveniente cadastrar todas as famílias desalojadas em toda a cidade, ao longo das margens urbanas dos rios Itacaiunas e Tocantins, não apenas as que estão em alojamentos organizados pela prefeitura.

Ilker cobra a distribuição das cestas básicas para todas as famílias atingidas pela enchente

O Portal Debate Carajás estabeleceu contato com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Marabá, sobre a reivindicação contida no Ofício. O Secretário, Alessandro Viana, afirmou que a alegação do vereador não possui fundamento, pois todas as famílias cadastradas pela Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (Seaspac) irão receber a cesta básica. 

“Lógico que existe um critério para a distribuição dos alimentos. Primeiro, as famílias alojadas nos abrigos, sob a responsabilidade da Prefeitura de Marabá, receberão as cestas básicas. Em seguida, a Seaspac irá atender as famílias alojadas em outros locais da cidade”, afirmou Alessandro.

A Defesa Civil Municipal informou que o nível do rio Tocantins continua baixando. Às 9 horas de hoje (25),o nível apontou para 12,04 metros, um decréscimo de 16 centímetros comparado com o registrado na terça-feira (24), para alívio de vários moradores.

Foto (Whatsapp)

Segundo o Portal Da PMM, o número de famílias desabrigadas chegou a 1.494. Ao todo, segundo dados da Defesa Civil Municipal, 9.224 pessoas foram atingidas direta ou indiretamente pelas cheias no município. No total, 917 famílias estão em 15 abrigos espalhados pela Marabá Pioneira, Cidade Nova, Nova Marabá, Morada Nova e São Félix. Todos deverão ter acesso à distribuição de cestas básicas.

Debate Carajás