O vídeo, postado nas redes sociais, em agosto de 2019, ‘viralizou, após mostrar um homem, já com uma certa idade, relatando que foi atacado por três cobras gigantes da espécie sucuri.

O trabalhador rural narra que reagiu aos ataques das anacondas e matou as três cobras, à tiros de espingarda, calibre 12, e chamou os demais moradores da fazenda para mostrar as cobras mortas ao lado de um igarapé, no meio da mata.

As imagens não divulgaram onde o fato ocorreu nem a data, mas relatam o perigo passado pelo sitiante. De acordo com a voz que narra o fato, as cobras tinha 8, 6 e 5 metros de comprimento. O atirador justifica que matou os animais para se defender, porém o ‘roceiro’ poderá responder por crime ambiental de acordo com o artigo 29 da Lei 9.605/98 de Crimes Ambientais, se for identificado.

Debate Carajás

(Com informações News Rondônia)