Marabá
27°C
Scattered clouds

Valentão é preso na zona rural ao atirar em plantação de mandioca da ex-mulher

Vítima relatou aos policiais militares que o ex costumava ameaçá-la com frequência
Plantação de mandioca virou palco de conflito iniciado por ex-marido valentão na Vila 1º de Março, zona rural de Marabá | Foto: Ilustração
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

MARABÁ, SUDESTE DO PARÁ — A Polícia Militar prendeu, na noite desta segunda-feira (13), na Vila 1º de Março, zona rural de Marabá, José Martins Alves, suspeito de atirar várias vezes contra uma plantação de macaxeira e de ameaçar constantemente a ex-companheira. O homem foi autuado por porte ilegal de uma espingarda e por ameaça.

De acordo com a polícia, a vítima relatou toda a situação que havia ocorrido a uma viatura da corporação, que avistou no momento em que procurava abrigo na casa de um irmão.

Segundo a vítima, José teria ido até a residência dela em posse de uma espingarda e efetuado vários disparos em direção a uma plantação de macaxeira, na qual ela estava e começou a se esconder. Além disso, a mulher relatou que o ex costumava ameacá-la com frequência.

Ambos possuem duas filhas, que são fruto de relacionamento que tiveram durante anos, mas atualmente agressor e vítima vivem separados, em casas diferentes.

José Martins Alves foi localizado pelos policiais militares nas proximidades de um bar e, em sua posse, estavam uma caixa com 30 munições, uma espingarda calibre 22 e uma carteira com R$ 164. Diante dos fatos relatados, o homem foi preso e autuado, na 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e violência doméstica, em função da ameaça. (Portal Debate Carajás)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!