Urbano Norte esclarece polêmica sobre possível criação de serviço em Marabá

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Um protesto realizado na tarde de ontem (29), na frente da empresa Urbano Mab (URB), localizada na Folha 16, núcleo Nova Marabá, onde dezenas de mototaxistas cadastrados realizaram um protesto, contra a criação do serviço Uber Moto na cidade, através de aplicativo de celular, causou depredação, intimidação, mal-entendido, indo parar na 21ª Seccional de Polícia Civil. Como teve seu nome citado, de forma irregular, a empresa Urbano Norte emitiu, na tarde de hoje (30), a nota abaixo:

Comprovante de agendamento de serviço da Urbano Norte, utilizando o serviço de táxi.

Nota de esclarecimento

A Urbano Norte, empresa que opera em regime de franquia, em 15 estados e mais de 80 cidades, tendo à frente o representante, Eduardo Frias, nos estados do Pará e Amapá, vem manifesta-se sobre o fato ocorrido na tarde de segunda-feira (29/7), envolvendo a empresa Urbano Mab e o protesto dos mototaxistas no município de Marabá que questionavam a possível criação do serviço de Uber Moto.

A Urbano Norte informa que não opera com motos nem tem intenção em trabalhar no ramo de transporte de pessoal. A Urbano Norte, empresa de mobilidade urbana que mais cresce no Brasil, vem esclarecer que não tem nenhum vínculo empresarial com a Urbano Mab, a não ser a coincidência nos nomes. Informamos ainda que, no início da operacionalização da Urbano Norte, em Marabá, havia uma parceria de “sociedade participativa” com o Senhor Jader Santos, hoje proprietário da Urbano Mab.

Dessa forma, deixamos claro que essa ligação não existe em nenhum âmbito. Hoje, a Urbano Norte atua em Marabá e outras cidades da região.

Urbano Norte

Jáder Santos nega a criação do serviço de Uber Moto em Marabá

Portal Debate Carajás fez contato com um dos líderes do movimento, Jader Santos, a respeito do protesto realizado pelos mototaxistas. Ele afirmou que o novo serviço será na área de transporte de documentos e pequenas cargas, chamado de “moto express”, não Uber moto, para transportar passageiros, como foi divulgado pelas redes sociais.

Redação

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!