Marabá
27°C
Scattered clouds

Três vereadores acusam prefeito de ameaças de morte no interior do Pará

Político teria ameaçado de morte os parlamentares depois de uma sessão na Câmara, onde reivindicaram prestação de contas do gestor.
Vereadores Rusevel Araújo (PT), Cristina Lima (PTB) e Manoel Carvalho (PSC) - Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Os vereadores Manoel Carvalho Silva (PSC), Cristina Lima (PTB) e Rusevel Pereira de Araújo (PT), abandonaram a cidade de Anapu, no oeste do Pará, ao sofrerem ameaças de morte, na última semana do mês de junho de 2021, proferidas pelo prefeito Aelton Fonseca (MDB), mas só agora essa informação foi divulgada.

Os parlamentares revelaram que as ameaças começaram depois de uma sessão na Câmara Municipal de Anapu (CMA), onde foi feita a cobrança da prestação de contas do gestor, em cumprimento à Lei Orgânica Municipal. O prefeito está sendo suspeito de malversação do erário público.

Aelton Fonseca não respondeu aos questionamentos feitos na Câmara, sobre a aplicação dos recursos públicos. A oposição vem cobrando a prestação de contas do prefeito, desde o mês de abril de 2021, porém os edis receberam diversas ameaças de morte. Os três parlamentares se dirigiram à Belém e denunciaram as graves ameaças no MPPA, Segup, MPF e Alepa.

O gestor não se pronunciou a respeito da denúncia dos parlamentares. Os vereadores ficaram um semana longe de Anapu, cidade localizada às margens da BR-230, a Rodovia Transamazônica, em busca de proteção, pois a região possui um histórico de assassinatos por disputa de terras. (Portal Debate Carajás)

(Com informações Portal Santarém e A Voz do Xingu)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!