Marabá
25°C
Few clouds

Confusão generalizada marca aniversário de 73 anos de Itupiranga

População se irritou com a falta de programação destinada ao povo, pois a festa de aniversário da cidade é um evento tradicional.
População se reuniu na Orla de Itupiranga - Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A quarta-feira (14) marcou, com uma grande confusão e revolta, o aniversário de 73 anos da cidade de Itupiranga, no sudeste do Pará, pois o evento está sendo visto pela população da pequena cidade, com cerca de 51 mil habitantes, como uma enorme patacoada, protagonizada pelo Prefeito Benjamin Tasca (PSD) e seu Secretário de Cultura Lázaro Rony Neres dos Santos.

Segundo os moradores, a Prefeitura de Itupiranga anunciou a realização de uma “live”, com artistas locais, porque estão proibidas aglomerações em bares e logradouros públicos devido a pandemia da covid-19. O problema é que, segundo a população, o acesso ao local da “live”, Estádio Jaime Sena Pimentel, era restrito somente a secretários, vereadores e assessores do prefeito, deixando o povo de fora das comemorações.

Indignada com o acesso a “live” somente para a “panelinha”, a população criticou a péssima qualidade do som e os constantes travamentos da plataforma, onde a “bendita live” estava sendo transmitida. A partir desse momento, Benjamin Tasca e Lázaro Rony passaram a receber impropérios impublicáveis da população.

Para piorar o problema, por volta de 23h, segundo os moradores, dezenas de viaturas e motos da PM de Marabá, agindo dentro da lei, em cumprimento ao decreto estadual que disciplina o funcionamento de bares, restaurantes e casas noturnas, começaram a expulsar as pessoas que estavam em pé nestes locais de diversão.

O povo começou a se aglomerar na Orla do Rio Tocantins em Itupiranga, porém a PM teria utilizado spray de pimenta e agido com força desproporcional para dispersar a multidão. Sem ter onde comemorar o aniversário da cidade, a população direcionou toda sua ira e revolta para o perfeito Benjamin Tasca. Há quem diga que o “jacaré” de Benjamin está de boca aberta, doido para engolir Lázaro Rony, devido a confusão.

Nesta quinta-feira (15), o “pau que rola” nas rodas de conversa e na mídia local é a bagunça que foi o “4 de julho”, aniversário de Itupiranga. Durante anos, o aniversário da cidade se tornou uma festa de grande prestígio na Região de Carajás, reunindo visitantes de diversas cidades vizinhas devido ao mês de férias e as diversas praias existentes.

O Portal Debate Carajás entrou em contato com Lázaro Rony, a respeito da revolta da população com a realização da “live” e solicitou um posicionamento institucional sobre o ocorrido, porém o servidor público não enviou nenhuma resposta até o fechamento da reportagem, todavia o espaço fica aberto para futuros esclarecimentos. (Portal Debate Carajás)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!