Nessa sexta-feira (16), após receber a informação de que homens fortemente armados estariam ameaçando trabalhadoras rurais, incendiando casas e expulsando assentados na zona rural de Marabá, uma equipe de plantão da Delegacia de Conflitos Agrários (Deca) da Polícia Civil se deslocou para o local para averiguar a procedência das denúncias.

No momento em que a viatura policial se aproximava da sede da Fazenda Beira-Rio, os policiais avistaram pelo menos quatro homens armados, sendo que três deles correram com armas em punho. A partir de então, os policiais iniciaram a perseguição a pé.

Um dos homens, identificado como Rogério Antônio Vieira Ramos, que estava portando uma espingarda calibre 12 com sete munições, bem como mais 25 cartuchos calibre 12 e três cartuchos calibre 16 em uma sacola, foi rendido quando tentava fugir pela porta dos fundos.

Um outro indivíduo, Cleiton Antônio Vieira Ramos, foi capturado portando um revólver calibre 38 especial – marca Rossi, inox, numeração raspada, com 11 munições do mesmo calibre – após longa perseguição em área de mata. Ele tentou lançar a arma de fogo e as munições em um arbusto próximo, porém os policiais, após capturá-lo, encontraram o armamento.

Os outros dois homens armados não foram encontrados, mas no interior da casa foi apreendido um documento em nome de Reginaldo da Conceição Oliveira, que, de acordo com os dois presos, foi o terceiro homem que fugiu portando um revólver e um rifle calibre 38. Foi apreendida, também, uma motocicleta Honda NXR 150 Bros 2013/2014, cor preta, placa OTY-8050, que também, de acordo com os flagranteados, pertence ao homem que estava portando um revólver e fugiu.

Além desses objetos, foram apreendidas no local duas lanternas, uma faca tipo punhal e um canivete. No fim da diligência, todos foram conduzidos à Deca para a tomada das medidas cabíveis.

PC/PA