Um policial, vítima de uma tentativa de assalto, na noite da última quarta-feira (20), na Cidade Nova, matou um dos criminosos, identificado como Luciano Rodrigues Lima dos Santos, de 22 anos, em reação ao crime, em Belém, no Pará.

De acordo com informações da Polícia Civil, o policial em questão, que não será identificado por questões de segurança, contou às autoridades, em depoimento, que foi abordado em frente à sua casa, na noite de ontem (20), enquanto esperava a chegada de um entregador de pizza, por dois homens, sendo um deles armado. Eles teriam anunciado o assalto gritando “perdeu, perdeu, bota a mão pra cima” e apontando a arma, tipo garrucha cano curto de fabricação artesanal, para a vítima.

Segundo a Polícia Civil, o policial contou que, em reação à tentativa de assalto, “só pensou em sua família, pois estava em via pública na frente da sua casa e então teve que reagir ao crime ao qual estava sedo vítima” e que, ao dar passos de volta à sua residência, “o indivíduo ainda tentou atirar”.

Nesse momento, ele teria sacado sua arma e efetuado dois disparos contra o assaltante que estava armado e foi atingido. Mesmo baleado, ele ainda chegou a correr, mas caiu alguns quarteirões depois, na avenida Arterial 5A, e morreu ainda em via pública. 

Ainda de acordo com o relatório, o policial foi ao local para verificar o estado de saúde do assaltante, mas ao vê-lo caído no chão pediu apoio a uma viatura da Polícia Militar e apoio médico.

Uma ambulância ainda chegou a ir ao local, mas constatou o óbito e acionou o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC) para perícia e remoção do corpo, que foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A arma usada pelos criminosos foi encontrada ao lado do corpo de Luciano.

O policial que atirou no assaltante afirma que agiu em legítima defesa e em defesa da integridade física de sua família. Na delegacia, ele apresentou a arma que usou para balear um dos criminosos. O outro assaltante, que não foi identificado, correu após ouvir os tiros e está foragido.

O Liberal