Marabá
27°C
Scattered clouds

Suspeito oferece carona e estupra adolescente no oeste do Pará

O município de Uruará, no oeste paraense | Foto: Reprodução/Prefeitura de Uruará
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Está atrás das grades na Delegacia de Polícia (Depol) da cidade de Uruará, no oeste do Pará, um homem de 20 anos apontado como sendo o autor de um caso de estupro ocorrido na noite de sexta-feira (2) no Bairro Nova Uruará, zona leste da cidade.

A vítima é uma adolescente de 17 anos que conheceu o autor na tarde do mesmo dia do crime e pegou uma carona com mesmo para ir a casa de uma amiga, quando a violência aconteceu. A prisão foi divulgada pela Polícia Civil na manhã deste domingo (4).

Segundo informou a polícia, por volta das 20h30 do dia do estupro, a adolescente, juntamente com sua genitora, compareceu na Depol para relatar que havia sido estuprada por um indivíduo que ela tinha conhecido durante a tarde, sendo o mesmo conhecido de uma amiga. A moça estava bastante machucada e sentindo fortes dores nas partes íntimas.

A adolescente, antes de ser levada ao Pronto Socorro, relatou que o suspeito teria se oferecido para leva-la até a casa da amiga dela, mas durante o percurso ele seguiu para outro endereço com o argumento de que iria na casa de um amigo dele, porém, ele seguiu para um lugar ermo no Bairro Nova Uruará e no local praticou o crime de estupro. Em seguida deixou a vítima despida e desacordada.

Após informações preliminares a respeito do suspeito a Equipe Policial de Plantão da Polícia Civil conseguiu identificar o autor do estupro, bem como seu endereço e pouco tempo depois foi efetuada a prisão do indivíduo em flagrante delito pelo crime de estupro.

Ainda segundo a polícia, no local do crime foram encontrados vários vestígios do ato violento, como a camisa do autor e pertences da vítima. E na manhã de sábado (3), o autor do fato confessou o crime e levou a equipe policial até o local onde havia jogado alguns pertences da vítima e relatado como o estupro ocorreu.

O jovem de 20 anos que não teve o nome revelado, encontra-se recolhido na carceragem da Depol à disposição da Justiça. (A Voz do Xingu)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!