Principal
repórter do programa Balanço Geral, em São Paulo, Matheus Furlan, foi afastado de
suas funções pela direção da Record após ter engravidado uma produtora cuja
família é ligada à cúpula da Igreja Universal do Reino de Deus. Segundo
informações do site Notícias da TV, o jornalista só voltará ao ar depois de
definir a data de casamento com a funcionária.
De acordo com o Notícias da TV, Furlan, de 37 anos, sempre ostentou uma
vida boêmia para os companheiros de trabalho, mas tudo mudou há poucos meses quando
perdeu a apresentação do Balanço Geral Manhã e começou a namorar Ludmila
Oliveira, produtora da Record e 13 anos mais jovem que ele. Agora, Furlan virou
presença constante nas reuniões do Templo de Salomão.
 
A informação sobre a gravidez de Ludmila ganhou força em setembro, meses
após o início do relacionamento. Membros da alta cúpula da Universal não
gostaram da informação, pois, segundo eles, sexo antes do casamento é pecado.
Além disso, apresentadores da Record devem ter condutas exemplares.
Por
pressão da Universal, Matheus só ganhará novas chances para apresentar
programas da Record quando oficializar o casamento com Ludmila. O casal já
anunciou noivado em uma rede social, mas ainda não definiu data da união, o que
faz com o jornalista continue afastado das funções e fora das escalas de
programas do canal. 
Procurado pelo Notícias da TV, Matheus Furlan disse que não foi punido
pela emissora e que “está à disposição para quando quiserem o escalar”.
Procurada pelo site, a Record nada declarou.
Fonte: Revista IstoÉ