Marabá
25°C
Clear sky

Sistema do Poder Judiciário erra e cidadão é preso de forma irregular em Marabá

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Polícia Civil de Marabá divulgou a prisão de Alexandre Oliveira de Deus no último dia 25, terça-feira, após encontrar um Mandado de Prisão Preventiva em aberto expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA), mas a advogada Lua Lee Araújo Dantas esclareceu que seu cliente já havia sido absolvido pela Justiça e se encontrava em liberdade, gozando de seus direitos constitucionais.

Alexandre Oliveira foi inocentado pelo Tribunal de Justiça do Pará em 2012

Devido a um erro do Poder Judiciário, o mandado de prisão contra Alexandre Oliveira ainda se encontrava no Banco Nacional de Mandados de Prisão, mesmo ele sendo absolvido no ano de 2012. A advogada Lua Dantas solicitou a imediata revogação da prisão de seu cliente à 2ª Vara Criminal de Marabá, onde o juiz Marcelo Andrei Simões Santos expediu o contramandado de prisão, colocando em liberdade Alexandre Oliveira.

Diante do erro técnico cometido pelo Banco Nacional de Mandados de Prisão, a Redação do Portal Debate Carajás solidariza-se com Alexandre Oliveira de Deus, diante do incômodo sofrido por ele, ao ter seu nome exposto nas páginas policiais da imprensa de Marabá de maneira equivocada.

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!