Marabá
26°C
Overcast clouds

Novas tarifas de mototáxi começam a valer nesta quarta em Marabá

A tarifa normal, dentro de cada núcleo urbano, passa de R$ 5 para R$ 7, sendo que há valores específicos para corridas entre bairros mais distantes dentro do mesmo complexo. Antiga tabela passou seis anos sem qualquer reajuste
Mototaxista inicia corrida com passageiro no Terminal Rodoviário do Km 6, em Marabá | Foto: Secom Arquivo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A partir desta quarta-feira (6), o serviço de mototáxi está mais caro em Marabá, no sudeste do Pará. O aumento foi autorizado por meio do decreto de número 239, assinado pelo prefeito Tião Miranda (PSD), e surge diante dos sucessivos aumentos no preço da gasolina e dos insumos necessários para a manutenção das motocicletas. Confira a tabela com os novos valores ao fim desta matéria.

De acordo com o decreto, a atualização das tarifas considera análise técnica da Secretaria Municipal de Segurança Institucional (SMSI), proposta tarifária recomendada pelo Conselho Municipal de Transportes e solicitação da Associação dos Mototaxistas de Marabá (Unimoto).

Assim, a tarifa normal, dentro de cada núcleo urbano, passa de R$ 5 para R$ 7 (reajuste de 40%), sendo que há valores específicos para corridas entre bairros mais distantes dentro do mesmo complexo. Corridas realizadas das 20h à 0h sobem R$ 1, independentemente do valor cobrado ou da distância percorrida. Já da meia-noite às 6h, o aumento deve ser de R$ 3.

Conforme a tabela, que consta no documento já assinado e que será publicado na edição de amanhã do Diário Oficial dos Municípios do Pará, a tarifa mais alta é de R$ 26, pela corrida da Cidade Nova ou Velha Marabá ao Núcleo Morada Nova. O mesmo valor é cobrado por corridas de bairros da Cidade Nova até o Geladinho.

A segunda tarifa mais cara é de R$ 25, cobrada pela corrida de bairros da Cidade Nova até os seguintes locais: Núcleo São Félix, Residencial Magalhães, Cidade Jardim, Batalhão Logístico de Selva (BLOG), 52º BIS e Distrito Industrial.

Qualquer cobrança acima dos valores citados na tabela, independentemente das especificidades de locomoção, estão desautorizados pelo decreto. Para evitar a situação, os mototaxistas são obrigados a portar e apresentar a tabela aos passageiros.

O profissional flagrado ou denunciado por desrespeitar o documento deve ser penalizado pelo Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU), que é responsável por fiscalizar a questão. (Portal Debate Carajás)

A tabela com as novas tarifas cobradas pelo serviço de mototáxi em Marabá

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!