Marabá
29°C
Clear sky

Serial killer marca encontros em aplicativo e mata homens gays estrangulados

O suspeito já foi identificado pela polícia e teve rosto divulgado
Um mandado de prisão temporária foi expedido contra o rapaz, identificado como José Tiago Correia Soroka | Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Polícia Civil identificou um homem suspeito de matar e roubar três homens gays no Paraná e em Santa Catarina, no sul do país. Os casos ocorreram entre abril e maio de 2021. Segundo as investigações, as vítimas moravam sozinhas e marcaram encontros por meio de aplicativos de relacionamento com o suspeito. Os jovens eram mortos por meio de estrangulamento.

Nesse domingo (16), a polícia divulgou imagens registradas depois dos crimes. Um mandado de prisão temporária foi expedido contra o rapaz, identificado como José Tiago Correia Soroka. Assista:

O trabalho de investigação foi conduzido por policiais civis do Paraná e de Santa Catarina. O primeiro crime aconteceu em 16 de abril, em Abelardo Luz (SC). À época, Robson Olivino Paim foi encontrado morto. Em Curitiba, Soroka é suspeito de ter matado David Júnior Alves Levisio, em 27 de abril, e Marco Vinício Bozzana da Fonseca, no dia 4 de maio.

Ainda segundo a polícia, o homem tentou matar um outro rapaz no bairro Bigorrilho, em 11 de maio. Apesar disso, o jovem conseguiu resistir ao ataque, mas foi roubado. (Com G1)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!