Sérgio Moro depõe hoje na Câmara para explicar mensagens aos deputados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Ministro da Justiça Sérgio Moro durante fala em comissão do Senado em 19 de junho

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, é esperado para depoimento na Câmara dos Deputados nesta terça-feira 2, a partir das 14 horas. Ele será ouvido por quatro comissões: de Constituição e Justiça; de Trabalho; de Direitos Humanos; e de Fiscalização Financeira e Controle.

Os deputados questionarão o ex-juiz da Lava Jato sobre mensagens que colocam em dúvida sua conduta em julgamentos da operação. Originalmente divulgadas pelo site The Intercept Brasil, as conversas, realizadas pelo aplicativo Telegram, mostram membros da força-tarefa da Lava Jato, incluindo o próprio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, em diálogos que colocam em dúvida sua imparcialidade em investigações como a que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ministro deve encontrar um campo muito mais minado do que o que encontrou ao ir à CCJ do Senado falar sobre o mesmo tema – lá houve pouca pressão sobre ele e quase nenhum momento de tensão. Na CCJ da Câmara, a oposição ao governo Jair Bolsonaro é maior e mais atuante, mas o ex-juiz chega respaldado pelas manifestações de rua em seu apoio, ocorridas no domingo em dezenas de cidades brasileiras.

Veja

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!