Marabá
34°C
Clear sky

Seduc contrata empresas para reformar duas escolas em Marabá

As escolas estaduais Plínio Pinheiro e Acy Barros, da esquerda para a direita | Foto: Google Maps 2012
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A edição do Diário Oficial do Estado disponível nesta sexta-feira, 7 de maio, destaca os extratos de contratação de duas empresas que ficarão responsáveis pela execução das obras de reforma das escolas Plínio Pinheiro e Acy de Jesus Neves de Barros Pereira, ambas situadas em Marabá, no sudeste do Pará.

O valor do contrato para a Escola Estadual de Ensino Médio Plínio Pinheiro, na Velha Marabá, é de R$ 1.648.976,64 (um milhão, seiscentos e quarenta e oito mil, novecentos e setenta e seis reais e sessenta e quatro centavos). A vigência é de 180 dias, a contar da assinatura, que aconteceu nesta quinta-feira (6). A empresa contratada foi a Construtora Santa Tereza LTDA, de Belém.

Já o contrato para reforma da Escola Estadual de Ensino Médio Acy de Jesus Neves de Barros Pereira, no Núcleo Cidade Nova, tem o preço de R$ 841.847,25 (oitocentos e quarenta e um mil, oitocentos e quarenta e sete reais e vinte e cinco centavos), com o mesmo tempo de vigência. A contratada foi a Ecosolos Construção e Comércio EIRELI, de Santarém, no oeste do Pará.

Ambos os contratos têm como ordenadora de despesas a secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima da Silva Braga. A comunidade escolar agora aguarda ansiosamente pela assinatura da ordem de serviço, cujo prazo é de até 30 dias. A partir disso, as empresas têm um prazo de 15 dias para se organizar e dar início às obras.

Ouvido pela Reportagem do Debate, o diretor da 4ª Unidade Regional de Ensino, Ronildo Guilherme Sales, garantiu que os prazos devem ser cumpridos e, em no máximo 45 dias, as obras serão iniciadas nas duas escolas. (Vinícius Soares/Debate Carajás)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!