A Lei Federal nº 12.886, de 26 de novembro de 2013, proíbe os estabelecimentos de ensino de exigir dos alunos a entrega de determinados itens ou de cobrar por eles. 

Muitos deles são para uso coletivo e, por isso, cabe à escola providenciá-los.

Fique atento aos produtos solicitados pela instituição de ensino do seu filho e não compre o que for proibido.

Veja a seguir os 60 itens que não podem constar da lista de material escolar: 

  1. Álcool
  2. Água mineral
  3. Agenda escolar específica da escola
  4. Algodão
  5. Balde de praia
  6. Balões
  7. Barbante
  8. Bastão de cola quente
  9. Bolas de sopro
  10. Botões
  11. Canetas para lousa
  12. Carimbo
  13. CDs, DVDs e outras mídias
  14. Clipes
  15. Cola para isopor
  16. Copos descartáveis
  17. Cotonetes
  18. Elastex
  19. Esponja para pratos
  20. Estêncil a álcool e óleo
  21. Fantoche
  22. Fita/cartucho/tonner para impressora
  23. Fitas adesivas
  24. Fitas decorativas
  25. Fitas dupla face
  26. Fitilhos
  27. Flanela
  28. Feltro
  29. Fita dupla face e fita durex em geral
  30. Giz branco ou colorido
  31. Garrafa para água
  32. Gibi infantil 
  33. Jogos em geral
  34. Lixa em geral
  35. Grampeador
  36. Grampos para grampeador
  37. Guardanapos
  38. Isopor
  39. Lenços descartáveis
  40. Livro de plástico para banho
  41. Maquiagem
  42. Marcador para retroprojetor
  43. Material de escritório
  44. Material de limpeza
  45. Medicamentos
  46. Palito de dente
  47. Palito para churrasco
  48. Papel higiênico
  49. Pasta suspensa
  50. Piloto para quadro branco
  51. Pincéis para quadro
  52. Pincel atômico
  53. Plástico para classificador
  54. Pratos descartáveis
  55. Pregador de roupas
  56. Produtos para construção civil (tinta, pincel, argamassa, cimento, por exemplo) 
  57. Papel em geral (no limite de uma resma por aluno)
  58. Sacos de plástico
  59. Talheres descartáveis
  60. TNT

Vinícius Soares, com informações do Proteste