Marabá
30°C
Clear sky

Rixa antiga leva “Nero de Marabá” a incendiar casa de desafeto

Desavença entre os dois teria levado indivíduo a tocar fogo na casa do vizinho, na tarde de sábado (14)
Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

No início da tarde de sábado (14), o suspeito Alvino das Chagas Moreira de Souza, por volta de 13h, ateou fogo na casa de Edivan Diogo de Oliveira, localizada na Folha 6, Quadra 32, em Marabá, no sudeste do Pará, por causa de uma desavença antiga.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada, mas, ao chegar ao local do incêndio, o fogo já havia consumido quase todos os móveis, no interior da residência, porém o Corpo de Bombeiros foi acionado, controlou as chamas e conseguiu salvar alguns pertences.

Alvino teria se aproveitado da ausência do dono do imóvel para incendiar a casa do desafeto. A guarnição saiu em busca do “Nero de Marabá”, mas o indivíduo já havia fugido do local do crime sem deixar pistas.

Já às 18h, os vizinhos de Edivan acionaram novamente a guarnição do 4º Batalhão de Polícia Militar, pois Alvino teria retornado para a Folha 6, apresentando visíveis sinais de embriaguez alcoólica e, armado com uma faca tipo peixeira, passou a ameaçar de morte as pessoas que passavam pelo local do incêndio.

A polícia se dirigiu para a Folha 6 e encontrou o “Nero de Marabá”, alcoolizado, no interior de sua residência. O suspeito recebeu voz de prisão e foi conduzido à 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde foi autuado pelo crime de dano qualificado com emprego de substância inflamável ou explosiva.

Na delegacia, Alvino relatou que ateou fogo na casa de Edivan devido a uma rixa antiga existente entre os dois. Segundo a narrativa policial, o prédio e os móveis ficaram totalmente destruídos. As chamas ainda atingiram outras casas da vizinhança. (Portal Debate Carajás)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!