Marabá (PA), 25 de março de 2020 – Projeto Mãos na Massa, desenvolvido pela Buritirama Mineração nas comunidades do entorno de sua operação em Marabá, concluiu seu segundo módulo, com técnicas de culinária a moradores de cinco vilas da zona rural de Marabá: Vila União, Três Poderes, Capistrano de Abreu, Quatro Bocas e Santa Fé, que foi beneficiada este ano pela iniciativa. Realizado em fevereiro e março deste ano, reuniu cerca de 70 pessoas interessadas em expandir o conhecimento gastronômico e até mesmo usá-lo como possibilidade de renda alternativa. 

Este é o caso de Berenice Figueiredo Meireles, Agente de Portaria da Escola Municipal Professora Maria das Neves e Silva, na Vila Santa Fé, que, recentemente, adicionou às suas atividades a venda de bolos de pote. “Comecei logo depois do curso. Eu já fazia bolos de aniversário, mas nem sempre aparecia encomenda. Esta receita que aprendi é mais simples e posso vender todos os dias na minha casa ou no trabalho. Está dando muito certo!”, relata. 

Segundo o idealizador e voluntário do projeto Gustavo Valadares Fonseca Drumond, Biólogo e colaborador da Buritirama, este é justamente o objetivo da ação. “O projeto surgiu para levar à população uma de minhas paixões: a gastronomia, ajudando-os com receitas simples, fáceis de fazer e de vender. O pessoal gostou muito e fiquei satisfeito em saber que este projeto já está rendendo frutos e que as pessoas voltaram para aprender mais”, diz. 

O Mãos na Massa nasceu em 2019, junto a uma série de projetos sociais desenvolvidos pela Buritirama Mineração para levar mais desenvolvimento socioeconômico à comunidade. Com início no segundo semestre, o primeiro módulo ocorreu em quatro vilas, contando com 80 participantes nas escolas parceiras. As aulas são divididas em parte teórica e prática, com informações gerais sobre gastronomia, higiene alimentar, precificação e padronização, além de convidar a todos para “colocar a mão na massa”. 

Durante o curso, já foram ensinadas receitas de bolos de pote, empadão na marmita e chopp gourmet (conhecido como geladinho ou chupe-chupe) e, este ano, incluiu aulas de dois sabores de mini pizza, coxinha sem massa e outros três tipos de chopp gourmet, sucesso na região. A Buritirama forneceu todos os ingredientes e equipamentos necessários para as atividades. 

“Vejo este resultado com muito orgulho, por saber que estamos proporcionando novas possibilidades às comunidades e, mais que isso, algo perene que pode gerar novos negócios. Isso além de estimular a vontade por adquirir conhecimento e buscar informação dentro daquilo que cada pessoa gosta e sabe fazer. Todos estão de parabéns!”, disse Jorge Baptista, Diretor Administrativo e Recursos Humanos da Buritirama Mineração. 

Sobre a Buritirama Mineração

Produtora de manganês de alta qualidade, a Buritirama tem sólida posição no mercado nacional e internacional, fornecendo produtos em diversos segmentos como ferro-ligas, micronutrientes, ração animal e vegetal, baterias, entre outros.

Buritirama Mineração – Ascom