Marabá
28°C
Overcast clouds

Professor Magno Deleon assume direção da 4ª URE em Marabá

Ronildo Sales durou poucos meses no cargo e já foi exonerado pela Secretária de Estado de Educação, Profª Elieth Braga.
Prof. "Magno Deleon" possui experiência técnica e política para exercer o cargo - Crédito: Arquivo pessoal
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A exoneração do cargo de diretor da 4ª Unidade Regional de Ensino (4ª Ure), em Marabá, no sudeste do Pará, Prof. Ronildo Guilherme Sales, foi publicada no Diário Oficial, nesta quinta-feira (15), em Belém, a contar de 16/7/2021.

Já a Portaria Nº 6391, de 14/7/2021, nomeou o Prof. Magno Rodrigues Barros, o conhecido “Magno Deleon”, Diretor da Escola Estadual de Ensino Médio Salomé Carvalho, há vários anos, localizada na Folha 16, bairro Nova Marabá, como gestor da 4ª Ure. O novo diretor é professor, jornalista, fotógrafo profissional e possui uma capacidade enorme de lidar com as novas tecnologias na educação.

“Magno Deleon” possui uma grande experiência na área educacional, tem uma capacidade técnica invejável para lidar com os novos desafios educacionais em tempos de pandemia da covid-19 e conhece, como poucos, os meandros do mundo político de Marabá e Região do Carajás. Como se diz na linguagem popular, o “jacaré anda de boca aberta” no governo Helder Barbalho (MDB).

O Portal Debate Carajás apurou que pesaram para a exoneração de Ronildo Sales, o fato dele não aceitar rezar na “cartilha política” da Profª Cáudia Araújo (MDB), candidata a vice-prefeita de Marabá, na chapa com o médico Manoel Veloso (PSL), em 2020, e não possuir experiência para administrar as questões políticas inerentes ao cargo de diretor da 4ª Unidade Regional de Ensino.

Segundo as más línguas, “Claudinha” é detentora política da direção da 4ª Ure. O Portal Debate Carajás tentou conversar com Cáudia Araújo, a respeito da troca na gestão da Unidade de Ensino, porém ela rejeitou as ligações e não deu satisfações para a Reportagem.

A prática de políticos só darem entrevistas aos “chegados” do governo Helder está se tornando uma rotina em Marabá. No entanto, o Debate continuará firme na missão democrática de manter a sociedade informada sobre os bastidores do poder. Afinal, “se tem bambu, lá vai flecha”. (Portal Debate Carajás)

Profª Cláudia seria a “manda chuva” da 4ª Ure em Marabá – Crédito: Evangelista Rocha

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!