Presidiário sofre atentado à bala em Marabá

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Willian Silva escapou por pouco da saraivada de balas.

O presidiário, Willian Silva, de 22 anos, sofreu um atentado a tiros, no meio da manhã de hoje (2). Ele foi alvejado com seis disparos de arma de fogo, na Rua 27 de março, bairro Francisco Coelho, conhecido popularmente como “Cabelo Seco”, em Marabá, sudeste do Pará, mas está fora de perigo.

Willian Silva estava trabalhando na limpeza urbana, como parte de um convênio de cooperação técnica, celebrado entre a Prefeitura de Marabá e a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), visando a ressocialização de internos do regime semiaberto, do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (Crama), em troca de salário e remissão de pena, conforme legislação específica.

De acordo com testemunhas, dois indivíduos se aproximaram da vítima, em uma motocicleta, e efetuaram seis tiros, porém apenas um projétil atingiu o braço do detento. Ele foi socorrido e conduzido para o Hospital Municipal de Marabá (HMM), onde recebeu atendimento médico e passa bem. O Departamento de Homicídios da Polícia Civil está investigando a tentativa de homicídio contra Willian Silva.

Redação

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!