Marabá
28°C
Overcast clouds

Prefeitura de Marabá libera auxílio emergencial para ambulantes, garçons e músicos

“Próximo passo é o protocolo e geração de senha para saque do auxílio emergencial destinado a ambulantes, músicos e trabalhadores de bares afetados pela pandemia da Covid-19”.
Crédito: PMM/Ascom
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O Programa de Apoio Marabá (PAM) DA (Secretaria Municipal de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (Seaspac), conforme Decreto de nº 222, divulgou o resultado dos beneficiados do PAM deferidos e indeferidos, nesta quarta-feira (15), em Marabá.

As inscrições indeferidas não cumpriram com os requisitos da documentação exigida. De acordo com a categoria indicada (ambulantes móveis, músicos ou trabalhadores de bares), a partir do dia 20, acontece o processo de protocolo e geração de senha para o saque do auxílio emergencial, no valor de R$ 500, no auditório da Seaspac.

Acompanhe o calendário para geração de protocolo e senha

Ambulantes – 20 a 22 de setembro

Data de pagamento – 4 e 5 de outubro (Dia 4 de outubro o saque está liberado para os ambulantes que nasceram de janeiro a junho, no dia 5 o pagamento será efetuado para quem nasceu de julho a dezembro).

Trabalhadores de bares – 23 a 25 de setembro

Data de pagamento – 6 de outubro (para todas as idades).

Músicos – 27 a 30 de setembro 

Data de pagamento – dia 7 para todas as faixas etárias

Horário: das 8 às 14 h

Local: Seaspac

Crédito: Reprodução

O projeto

O objetivo do PAM é promover a continuidade da atividade econômica de trabalhadores do setor artístico musical, de bares como cozinheiros e garçons e ambulantes móveis.

Entre os requisitos necessários para se cadastrar no programa, os trabalhadores precisavam ter mais de 18 anos e comprovar residência em Marabá por, pelo menos, dois anos; cartão E-SUS, documentos pessoais, comprovação da profissão, não ter emprego formal ativo, renda familiar per capita de R$ 89,00 e que não estejam recebendo seguro-desemprego ou outros benefícios.

O diretor técnico da Seaspac e coordenador do Comitê do PAM, Luís Silva, alerta que os beneficiários devem se atentar para as datas para protocolo, geração de senha e saque do benefício, conforme sua categoria e ainda não esquecer do documento de identificação. (Divulgação)

Relação dos beneficiários deferidos e indeferidos abaixo:

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!