O fazendeiro Gao Baiqi, morador da cidade de Linyi, na província chinesa de Shandong, foi surpreendido pela última ninhada de mamíferos que nasceu em sua propriedade. Junto de seus irmãos, uma porca veio ao mundo com a anatomia um tanto quanto diferente. Por conta de um problema raro, ela possuía dois corpos e oito patas e faleceu poucos minutos após seu nascimento.

Baiqi declarou que nunca tinha visto algo parecido em toda a sua vida. Por mais que a organização anatômica do animal fosse atípica, ela parecia ser normal e tinha todos os outros órgãos, o que fez o fazendeiro criar esperanças de que o mamífero poderia sobreviver. “Eu preparei leite e queria alimentá-lo, mas o porco faleceu em poucos minutos”. 

Baiqi declarou que nunca tinha visto algo parecido em toda a sua vida. Por mais que a organização anatômica do animal fosse atípica, ela parecia ser normal e tinha todos os outros órgãos, o que fez o fazendeiro criar esperanças de que o mamífero poderia sobreviver. “Eu preparei leite e queria alimentá-lo, mas o porco faleceu em poucos minutos”. 

Após fazer algumas pesquisas, o chinês descobriu que uma possível explicação para o fenômeno seria a condição de “gêmeo parasita”, na qual os corpos de dois fetos se fundem. Entretanto, segundo o site “Mirror”, a teoria mais plausível é a de que o filhote foi o resultado de um zigoto que não se separou de forma correta durante a gestação (como nos casos de gêmeos siameses). Depois de mostrar o animal para vizinhos curiosos, o fazendeiro enterrou o filhote em seu quintal.

Meio Norte