SONY DSC

Nesta semana, em especial, a expressão “laranja” retornou ao noticiário devido à investigação que apura o suposto uso de candidaturas-laranja pelo PSL nas eleições do ano passado.


O candidato-laranja é o candidato de fachada: aquele que entra na eleição sem a intenção de concorrer de fato, com objetivos que podem ser irregulares, como desviar dinheiro do fundo eleitoral.


O uso remonta à década de 70, quando presos políticos, necessitando de fundos para manter suas famílias, criaram as “pirâmides” (Telexfree, exemplo), jogo no qual uma pessoa, que era chamada de “limão”, deveria aliciar outras dez — as “laranjas” — para fazer pagamentos aos “limões”.

Na década de 80, um escândalo envolvendo produtores de laranja no interior de São Paulo e um empréstimo obtido com a ajuda de alguns políticos junto ao Banco do Brasil para abafar o caso tornaram popular a locução.

E assim, de escândalo em escândalo, o pomar se estabeleceu na Morada Nova. Será por quê?

Eleições 2020

Em Marabá, o ex-vereador Orlando Elias (PP) sinalizou interesse em concorrer à prefeitura no pleito que realizar-se-á em 2020. Orlando é influenciador digital e mantém um homeopático canal no YouTube, com 10 inscritos, 38 vídeos e 402 visualizações.

Reforma

Assunto que dominou o debate nas redes sociais ao longo da semana, a reforma da Praça São Francisco, na Cidade Nova, continua dando o que falar. Fato é que isso tem tirado o sono não apenas dos ambulantes mas também dos comerciantes tradicionais.

Alô, Sevop

Deve-se haver alguma pronta solução para que a revitalização aconteça sem pôr em xeque a dinâmica no local.

Justiça

O juiz da Vara da Fazenda Pública de Tucuruí intimou a prefeitura a prestar informações, em até 72 horas, sobre salários atrasados dos profissionais da saúde na cidade. A determinação veio antes de decidir sobre pedido liminar da promotoria de Justiça do município, que pede o bloqueio de R$ 7 milhões em verbas públicas.

Asfalto na Cidade

A Auditoria Geral do Estado (AGE) recomendou ao Ministério Público do Pará (MPPA) e à Polícia Civil a prisão preventiva do ex-governador Simão Jatene (PSDB) e de três ex-secretários da Sedop.

Nota

O ex-governador disse, em nota, que “lamenta o uso político-partidário de um órgão, que em um passado recente foi reconhecido por isenção e transparência”.

Vídeo

Em vídeo que circula nas redes sociais, Jatene perpetra duras críticas à atual gestão. Na gravação, a Auditoria Geral do Estado (AGE) também foi alvo da ira do ex-governador.

Desafio

No fim do vídeo, que tem duração de 3:37, Jatene desafia o atual governador a expor publicamente o patrimônio real de cada um, acompanhado da respectiva origem.

Facebook

O Facebook tirou do ar a página do deputado federal Delegado Éder Mauro (PSD), que tinha mais de 294 mil curtidas e 333 mil seguidores. De acordo com pessoas que seguiam a página do político, o fato de ele divulgar com certa frequência vídeos e fotos com teor de violência pode ter sido um dos motivos da desativação.

Pronunciamento

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, em pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão pelo Dia do Trabalho, que o governo tem compromisso com a “plena liberdade econômica” e que nenhuma autoridade restringirá o preço de produtos e serviços.

Previdência

Nos bastidores da Câmara Federal, o Centrão articula enxugar a PEC da Previdência (6/2019) no intuito de não permitir a reeleição de Bolsonaro. Oi?

Contra o povo

Com essa atuação infantil, o Centrão, além de exceler que a reforma da Previdência é vital, revela que não pensa no bem comum. Lamentável.

Justiça

Sérgio Moro voltou a afirmar que é “prematura” a discussão sobre isentar de punição produtores rurais que atirarem contra invasores de terra. A proposta foi citada por Jair Bolsonaro em discurso recente na abertura da Agrishow, em Ribeirão Preto.

Condecoração

Chamou atenção a inclusão do ministro de governo da Bolívia, Carlos Romero, na lista de agraciados por Jair Bolsonaro com a Ordem de Rio Branco. Homem de confiança de Evo Morales, Romero teve papel importante na operação de extradição do terrorista italiano Cesare Battisti.

E aí?

Jair Bolsonaro tem até a metade do mês para decidir se sanciona ou veta uma anistia aprovada pelo Congresso aos partidos que pode chegar a R$ 70 milhões, segundo projeções feitas durante a tramitação da proposta.

Meia-entrada

O senador Roberto Rocha, líder do PSDB, apresentou um projeto de lei para acabar com o monopólio da Ubes e da UNE na confecção de carteiras estudantis. A proposta está na Comissão de Educação do Senado e tem como relator Dário Berger (MDB).

Venezuela

Ao menos cinco manifestantes morreram, três deles menores de idade, e 239 pessoas ficaram feridas no curso dos protestos na Venezuela após o levante liderado por Juan Guaidó, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).

Ásia

A mulher vietnamita acusada pelo assassinato de Kim Jong-nam, meio-irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, deixou a prisão. O crime ocorreu em fevereiro de 2017, e, desde então, Doan Thi Huong, de 30 anos, estava presa em uma penitenciária na Malásia.

Destaques

Ponto positivo da semana vai para o influenciador digital Noé Lima, O Protagonista. “Com esse homem eu não bato boca, não; eu bato é continência”, disse um internauta.

Ponto negativo, a alta de 0,27% na ‘inflação’ sobre laranjas tem irritado a população, em especial os agricultores que fizeram o arado da terra ainda na lavoura de outubro passado.

Vinícius Soares é estudante e estagiário no Ministério Público do Estado do Pará (MPPA). E-mail: [email protected]