Marabá
28°C
Overcast clouds

Preso suspeito de mandar matar ex-esposa por ciúmes no oeste do Pará

Valdimar Duarte foi preso na tarde de quinta (8) na zona rural de Novo Progresso. Ele é ex-companheiro da mulher que mantinha relacionamento com Danielle. Crime teria sido motivado por ciúmes, informou a polícia
"Valdo" foi apresentado na delegacia de Itaituba após ser preso em Novo Progresso. (Foto: Portal Giro)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Polícia Civil de Itaituba prendeu na tarde da última quinta-feira (8) o segundo suspeito de ter participação na morte da jovem Danielle Pinheiro, de 29 anos. O primeiro dos suspeitos a ser detido foi André da Silva Ribeiro, ainda na época do crime, que aconteceu em 17 de maio.

O segundo suspeito foi identificado como Valdimar Ferreira Duarte, conhecido como “Valdo”, de 50 anos. A polícia acredita que a motivação do crime teria sido ciúmes, já que “Valdo” é ex-companheiro de Alessandra Brás Barbosa, de 20 anos, que havia largado ele e iniciado um relacionamento com a vítima.

O suspeito foi detido em uma fazenda localizada no município de Novo Progresso, enquanto fazia uma cerca no local, e acabou sendo transferido para a 19ª Seccional de Polícia Civil, em Itaituba, que investiga o crime.

Na época do crime, Valdo havia se apresentado na delegacia e negado qualquer participação na morte da jovem LGBTQIA+. Mas segundo o delegado Marcelo Diniz, as investigações apontaram Valdo como segundo envolvido no crime.

O delegado ainda diz que o laudo pericial não constatou estrangulamento, mas apontou que a morte de Danielle foi por asfixia, ou seja, a jovem foi morta por enforcamento.

Auricélia Pinheiro, mãe de Danielle, esteve na delegacia e presenciou a apresentação do suspeito e comentou sobre o sentimento de justiça. (Com Portal Giro)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!