Marabá
27°C
Overcast clouds

Polícia Federal prende vice-prefeito no oeste do Pará

Indígena e político encontrava-se foragido da Justiça e se entregou em Itaituba.
Crédito: Divulgação/Polícia Federal
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O vice-prefeito de Jacareacanga, no oeste do Pará, Walmar Kaba Munduruku, foi preso pela Polícia Federal, na tarde desta quinta-feira (8), em Itaituba. “Kaba”, como era conhecido, é de um dos alvos da “Operação Mundurukânia 2” e que ainda não tinha sido capturado.

O político esteve envolvido em ataques a base operacional durante a citada Operação e se entregou, espontaneamente, à PF, devido a um mandado de prisão contra ele.

“Kaba”, vice-prefeito, foi alvo de investigações na Operação Mundurukânia 1 e sujeito de um mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça Federal de Itaituba – Tribunal Regional Federal da 1° Região, na Operação Mundurukânia 2 que encontrava-se em aberto.

O foragido foi levado ao presídio de Itaituba e se encontra à disposição da justiça. Os crimes investigados são de associação criminosa, incêndio, atentado contra a segurança de transporte marítimo, fluvial ou aéreo e coação no curso do processo.

Walmar Kaba foi indiciado, na época, suspeito de ser um dos mentores de uma série de ataques envolvendo as forças de segurança e centenas de garimpeiros em Jacareacanga, no oeste do Pará. O caso teve ampla repercussão nacional. (Portal Debate Carajás)

Reprodução
Incêndio em terra Munduruku, que originou a Operação Mundurukânia 2 (Reprodução)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!