Marabá
32°C
Overcast clouds

Polícia continua “caçada” ao pistoleiro que matou ex-secretária de Turismo de Marabá

Márcio Pinto é acusado e apertar o gatilho que matou Vanuza Barbosa e Jacsiane Moura.
"Márcio Vaqueirinho" continua foragido de Marabá - Crédito: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Polícia Civil e o Disque Denúncia divulgaram o cartaz de “Procurado” do pistoleiro Márcio Sousa Pinto, vulgo “Márcio Vaqueirinho”, nesta segunda-feira (28), acusado de executar, a tiros, a ex-secretária de Turismo Vanuza Silva Barbosa e da filha dela Jacsiane Barbosa de Moura, no dia 29/11/2020, em Marabá, no sudeste do Pará, a mando do pecuarista Manoel Messias Moura, 58 anos, conhecido como “Manelão”, ex-esposo de Vanuza Barbosa.

Márcio Pinto executou mãe e filha na Chácara Vila Rica, na Vicinal Medalhão, próximo ao Núcleo Morada Nova. Na manhã de sexta-feira (25), “Manelão” e a travesti Gerson da Silva, conhecida “Jéssica”, foram presos, no âmbito da “Operação Vila Rica”. Manoel Moura foi indiciado como mandante da morte da ex-esposa e “Jéssica” é acusada de indicar onde se localizava a Chácara Vila Rica e informou o  horário em que as vítimas estivessem sozinhas.

As investigações estão sob a coordenação da Delegacia de Homicídios, através do delegado Toni Vargas, pertencente a 21ª Seccional Urbana de Marabá. Já o assassino, “Márcio Vaqueirinho”, conseguiu escapar do cerco policial e continua foragido. A execução a sangue frio teve grande repercussão na época do crime. Amanhã, dia 29/6/2021, haverá uma grande manifestação para pedir uma punição muito dura para os acusados.

A  pessoa que souber do esconderijo de Márcio Pinto, conhecido como “Márcio Vaqueirinho”, acusado de matar a tiros Vanuza Barbosa e Jacsiane Moura, poderá realizar denúncia anônima, para central de atendimento do Disque Denúncia, por meio do número (94) 3312-3350, ou pelo aplicativo do Disque-Denúncia Sudeste do Pará disponível para iOS e Android. (Portal Debate Carajás)

Márcio Pinto em foto recente – Crédito: Redes sociais

 

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!