Polícia Civil fecha o mês de maio com 413 prisões no interior do Pará

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Polícia Civil do Pará registrou um total de 413 prisões realizadas em 46 operações policiais deflagradas pela Instituição Policial, para combate ao crime, apenas no mês de maio deste ano, nos municípios do interior do Pará. No total, mais de 248 quilos de drogas e 50 armas de fogo ilegais foram apreendidas durante as operações.

Os dados foram divulgados, ontem (04), pela Diretoria de Polícia do Interior (DPI), unidade responsável em coordenar o trabalho desempenhado pelas Delegacias dos 139 municípios do interior paraense. Os números superam os dados registrados no mesmo período do ano passado, quando foram realizadas 193 prisões em 45 operações no interior. Ao todo, 23 armas de fogo ilegais e mais de 128 quilos de drogas foram apreendidos em maio de 2018. 

Em comparação aos quatro primeiros meses de 2019, os dados de maio atingiram o terceiro maior índice de prisões de criminosos realizadas no ano, até o momento. Em fevereiro, as operações deflagradas pela Polícia Civil resultaram em 525 prisões em todo interior paraense. Já em março, as operações resultaram em 428 prisões de envolvidos em atividades criminosas.

No último dia 23 de maio, a Polícia Civil realizou, em Abaetetuba, no nordeste paraense, uma das maiores apreensões de drogas da história do Pará e uma das maiores apreensões do ano. Foram mais de 200 quilos de cocaína apreendidos. As drogas foram encontradas enterradas em um sítio no município. A apreensão de drogas foi realizada por policiais civis da Superintendência Regional do Baixo Tocantins, da Delegacia de Homicídios de Abaetetuba e Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) do Baixo Tocantins, em apoio à equipe da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc). As investigações que resultaram na apreensão das drogas foram iniciadas cerca de dois meses.

Outro destaque de maio foi a operação Cronos II deflagrada nacionalmente pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC), no último dia 28 de maio, em 130 municípios paraenses. A operação resultou em 86 pessoas presas em todo Estado. Com os números de operações realizadas em maio, até o momento, a Polícia Civil contabiliza 1.988 prisões de criminosos realizadas desde o início do ano, contra 685 prisões realizadas nos cinco primeiros meses do ano passado, o que representa em torno de 70% de aumento de prisões no comparativo dos cinco primeiros meses de 2018 e 2019.

Os resultados do combate ao crime, no interior do Estado, explicam o diretor de Polícia do Interior, delegado José Humberto Melo Junior, são resultados das operações policiais efetuadas a cada mês, pelas Superintendências Regionais da Polícia Civil, em atendimento às determinações do delegado-geral Alberto Henrique Teixeira de Barros, para intensificar o combate ao crime em todo Estado.

PC/PA

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!