Ao lado da amiga inseparável, advogada Cláudia Chini, Noé lima será homenageado em Marabá

O “ultra polêmico” jornalista e ativista dos Direitos Humanos Noé Lima será homenageado, com a honraria “Mérito Jornalístico”, na próxima quarta-feira (12), em uma Sessão Solene em comemoração ao Dia da Imprensa no plenário da Câmara Municipal de Marabá. O vereador Ivanildo Bandeira Athiê (PCdoB), o “Ray Athiê”, é o autor da homenagem ao amado por uns e odiado por outros.

Um dos influenciadores digitais mais conhecidos no Pará, destemido, Noé Lima é um ferrenho defensor das causas envolvendo os Direitos Humanos e combate, como nenhum outro, os problemas existentes nas mais diversas secretarias da gestão municipal. As denúncias feitas por ele, recentemente, provocaram a demissão da então secretária de Saúde Dármina Duarte pelo prefeito Tião Miranda (PTB), revelando sérios problemas na gestão da área de saúde da cidade.

No entanto, a polêmica envolvendo o deputado estadual Toni Cunha (PTB) e a nomeação de membros da família Carreiro, do núcleo Morada Nova, como assessores parlamentares, na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), rendeu comentários a favor e contra as denúncias feitas pelo ativista. Não existiu ilegalidade nas nomeações, mas parte da sociedade não “digeriu muito bem” a atitude de Toni Cunha. O fato colocou Noé Lima na “crista da onda” por vários dias em Marabá.

Pessoas próximas ao influenciador digital aguardam, com expectativa, o evento na Câmara Municipal. “O Noé Lima vai ‘aprontar mais uma’. Ele não vai deixar passar os holofotes do Dia da Imprensa sem cutucar mais um”, revelou um colega do jornalista. Agradem ou não, os erros e acertos de Noé Lima contribuem significativamente para o bem de Marabá. Hoje, o jornalista mora em Brasília e faz o curso de Direito na Universidade Católica de Brasília (UCB), na Capital Federal.