Marabá
26°C
Scattered clouds

Presos suspeitos de ameaçar moradores com arma de fogo em Bragança

Moradores da vila Benjamim Constant disseram que os homens afirmavam que eram policiais.
Francisco Rosário e Alberto Rosário foram presos pela PM - Crédito: PM/Pará
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Na noite desta quarta-feira, 21, dois homens foram presos por porte ilegal de arma de fogo na zona rural de Bragança, litoral do nordeste do Pará.

Francisco Simão do Rosário, de 36 anos, e Alberto Deivid do Rosário, de 41 anos, estavam intimidando pessoas, revistando transeuntes como se fossem profissionais de segurança pública e exibindo uma arma.

De acordo com o 33º Batalhão de Polícia Militar (BPM), uma guarnição recebeu informações via central de monitoramento que na vila Benjamim Constant, às margens da rodovia PA-108, dois homens estavam em uma motocicleta Honda Pop, vermelha, mostrando a arma para os clientes do Bar do Loirão.

Moradores da zona rural disseram que os homens afirmavam que eram policiais, e coagiam os habitantes da vila, causando medo generalizado. Por causa de todos esses transtornos, a PM enviou uma guarnição ao local.

Quando os policiais se aproximaram da localidade, por volta das 21h, avistaram uma moto com as características descritas, perto de uma área de mata.

Os PMs então desembarcaram da viatura e faziam buscas nas proximidades quando ouviram um grito vindo mais a frente e realizaram o cerco aos suspeitos, prendendo os dois em flagrante.

Alberto e Francisco foram capturados e levados à delegacia de Polícia Civil. Com Alberto, os miliares encontraram uma arma de fogo calibre 38, que foi apresentada na unidade, junto com duas motocicletas. (O Liberal)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!