Marabá
23°C
Clear sky

Polícia Militar prende suspeito de estuprar e matar jovem grávida em Itupiranga

Darlan Nunes foi preso por volta das 13h desta quarta-feira (6), mas pulou vários muros para escapar do cerco policial. Ele introduziu um pedaço de madeira nas partes íntimas de Franciele Lima
Darlan Nunes é suspeito de estuprar e matar Francilene Lima e o bebê - Crédito: WhatsApp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Polícia Militar prendeu Darlan da Silva Nunes, vulgo “De Belém”, no início da tarde desta quarta-feira (6), suspeito de introduzir um pedaço de madeira no ânus e na vagina da jovem Franciele Araújo Lima, de 20 anos, que estava grávida de sete meses, em Itupiranga, no sudeste do Pará. O crime ocorreu na madrugada de segunda-feira (4).

A jovem deu entrada no Hospital Municipal de Marabá (HMM) horas após o crime, em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos e morreu nesta terça-feira (5), com perfurações nas vísceras e no intestino provocadas por um pedaço de pau introduzido a partir do ânus e do órgão reprodutor feminino.

O feto não resistiu aos ferimentos e também morreu junto com a genitora. Existe a versão de que o crime tenha ligação com brigas entre facções criminosas, pois a jovem seria envolvida com o tráfico de drogas. Reginaldo Araújo, irmão de Franciele, afirmou que a grávida era usuária de entorpecentes. Os motivos que levaram o suspeito a matar a gestante serão apurados pela Polícia Civil em inquérito.

Guarnição do 34º BPM que prendeu Darlan Nunes – Crédito: Reprodução

O colega de trabalho do suspeito, Marcondes da Silva Costa, convenceu Darlan Nunes a prestar esclarecimentos no Destacamento da Polícia Militar de Itupiranga, mas, ao se aproximar do local, Darlan correu, pulou algumas cercas e se escondeu no Parque de Exposição, no Bairro Vitória. Momentos depois, porém, o homem foi preso no interior da Escola Irmã Teresa, escondido embaixo de uma lona.

No interior da casa de Darlan Nunes, na Rua Paulo Freire, Bairro Centro, os policiais encontraram uma sandália e uma calcinha pertencentes a Franciele Lima. No local, ainda foi vista uma enorme poça de sangue. Na noite do crime, vizinhos afirmaram que ouviram gritos e pedidos de socorro. Darlan e Franciele foram vistos juntos no local do crime.

O suspeito recebeu voz de prisão e foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Itupiranga, onde deve ser ouvido sobre a motivação para o cometimento do bárbaro crime, que comoveu a sociedade local. (Portal Debate Carajás)

Jovem Francilene Araújo foi assassinada de maneira covarde | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!