Marabá
30°C
Clear sky

Pistoleiros executam servidor público em cassino no sudeste do Pará

Vítima jogava carteado ao ser atingida pelos disparos de arma de fogo. Emílio Barbosa morreu sentado em uma cadeira
Emílio Barbosa foi atingido na cabeça pelos tiros - Crédito: WhatsApp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

No início da noite desta segunda-feira (6), por volta de 18h, dois pistoleiros chegaram a um bar, conhecido como “Cassino”, no Bairro da Esplanada, na Rua Gonçalves Dias, esquina com a Rua São Geraldo, e desferiram vários disparos de arma de fogo, em Emílio Barbosa, na cidade de Dom Eliseu, às margens da BR-010, no sudeste do Pará.

De acordo com a Polícia Militar, Emílio estava sentado em uma cadeira, jogando baralho, o atirador se aproximou pelas costas da vítima, efetuou cerca de 4 tiros, atingindo a cabeça. De arma em punho, ele correu até onde estava uma motocicleta Honda Bros, pilotada por um comparsa e fugiram do local do crime.

Emílio Barbosa era servidor público da Prefeitura Municipal de Dom Eliseu (PMDE). A vítima ocupou o cargo de Diretor do Mercado Municipal, durante a gestão do ex-prefeito “Pinduquinha”. A maioria dos disparos de arma de fogo atingiu a região lateral da cabeça do servidor que morreu sentado em uma cadeira.

A PM foi acionada, realizou diligências, mas os pistoleiros conseguiram fugir. Segundo familiares de Emílio, os motivos que provocaram a bárbara execução do pai de família não é de conhecimento de amigos e parentes. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) para realização de necropsia. A Polícia Civil investiga o homicídio em Dom Eliseu. (Portal Debate Carajás)

Vítima morreu sentada na mesa de baralho – Crédito: WhatsApp

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!